Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ex-namorada

Adriane Galisteu diz que verá série sobre Senna como ficção por não ter sido procurada

Folhapress
02 mai 2024 às 09:50
- Reprodução/Instagram
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Globoplay resolveu colocar no ar na quarta (1), dia que rememora os 30 anos da morte de Ayrton Senna, a série documental "Senna por Ayrton", que resgata diversas entrevistas do ídolo, dando a ele o papel de narrador de sua própria biografia.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Namorada dele entre 1993 e 1994, Adriane Galisteu reclamou por não ter sido chamada para compartilhar sua história. Em vídeo, falou sobre qual será sua reação ao ver o projeto.

Leia mais:

Imagem de destaque
Nos Estados Unidos

Após polêmica sobre faculdade, André Valadão passeia com filhos em Harvard

Imagem de destaque
Show no Rock in Rio Lisboa

Camila Cabello confunde expressão de Cristiano Ronaldo com vaias

Imagem de destaque
Tragédia

Tamayo Perry, de 'Piratas do Caribe 4', morre aos 49 anos após ataque de tubarão

Imagem de destaque
Kamekona Tupuola

Astro da série 'Havaí Cinco-0' morre aos 56 anos


"Eu estou ansiosa assim como todo mundo. Não vejo a hora de assistir. Porém, vou assistir como ficção. A partir do momento em que eu não participo do documentário com depoimento, entrevista ou minha história, é uma ficção", disse.

Publicidade


A série tem três episódios, de cerca de 50 minutos cada um. De cara, a produção não se propõe a apresentar fatos novos ou pouco conhecidos. Em vez disso, o foco é refrescar a memória de fãs e apresentar o piloto para as novas gerações.


O episódio de abertura mostra o início de Senna no kart, a mudança para a Europa e a chegada dele na F1. A conturbada relação com Nelson Piquet também é explorada, com os dois tecendo comentários cada vez mais duros um sobre o outro.


Já os romances do piloto, que além de Galisteu namorou Xuxa, são pincelados com maior destaque no segundo e no terceiro episódios.


Imagem
'As bruxas sobrevoaram o autódromo de Ímola', diz médico que socorreu Senna
Por mais de 30 anos, entre 1975 e 2006, o italiano Domenico Salcito, 79, foi diretor do serviço médico do autódromo de Ímo
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade