Pesquisar

Canais

Serviços

Reprodução/Instagram
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Veja o vídeo!

Aos 91 anos, Fernanda Montenegro é vacinada contra a Covid-19

Folhapress
06 fev 2021 às 17:25
Continua depois da publicidade

A atriz Fernanda Montenegro, 91, foi vacinada contra a Covid-19 na manhã deste sábado (6). A imagem da atriz recebendo a dose do imunizante foi divulgada pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


O político publicou um vídeo nas redes sociais com imagens da atriz e um agradecimento feito por ela aos profissionais de saúde da cidade. "Meu agradecimento à Fiocruz e seus pesquisadores incansávaies, aos SUS e seus colaboradores, aos postos de saúde da prefeitura do Rio de Janeiro", diz o texto. "Obrigada a todos os envolvidos."

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Paes também comentou. "Ver a Fernanda Montenegro ser vacinada não tem preço", disse. "Vida longa para ela!"


A atriz se manteve ativa durante a pandemia, quando gravou um episódio da série "Amor e Sorte" (Globo) de casa, ao lado da filha Fernanda Torres e com familiares fazendo a captação das imagens. As personagens acabou ainda rendendo o especial "Gilda, Lúcia e o Bode" (também da Globo).


Confira o vídeo:

Continua depois da publicidade



Outros famosos com idade avançada também já foram imunizados. Na sexta-feira (5), receberam a vacina o ator Lima Duarte, 90, e a cantora Elza Soares, 90.


A vacinação de idosos com mais de 90 anos começou nesta semana no Rio. Neste sábado, nove postos drive-thru atendem a quem não conseguiu se imunizar durante a semana.


Até sexta-feira, o Brasil já havia aplicado a primeira dose da vacina contra Covid-19 em 3.364.744.


pessoas. A informação é do consórcio formado pelos veículos Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1, na última atualização sobre a vacinação contra a Covid-19 em 20 estados, além do Distrito Federal. O total representa 1,89% da população acima de 18 anos no Brasil.


O consórcio foi formado em junho de 2020 em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de Covid-19. Os veículos decidiram, então, formar uma parceria e trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.

Por enquanto, as vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, vacina do Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac, e o imunizante da Fiocruz, desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca.


Continue lendo