Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
4 anos e meio de prisão

Condenação de Daniel Alves é medida exemplar contra o machismo, diz vice-presidente da Espanha

Folhapress
22 fev 2024 às 11:47
- Lucas Figueiredo/CBF
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A segunda vice-presidente da Espanha, Yolanda Días, afirmou que a condenação do jogador brasileiro Daniel Alves a quatro anos e seis meses de prisão pelo estupro de uma jovem em uma boate em Barcelona deve servir como exemplo para frear os comportamentos machistas na sociedade.


"Chega de machismo, de agressões sexuais e espero que isso sirva como uma medida exemplar para todos os comportamentos machistas que as mulheres sofrem em todos os aspectos de nossas vidas. Chega, acabou", afirmou Días a jornalistas na saída do Congresso.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Apenas alguns anos atrás este caso teria caído na total impunidade. Todo mundo sabe que um agressor sexual rico e famoso teria saído completamente impune e pensamos que tudo o que aconteceu com este caso é uma vitória do feminismo e das políticas feministas", disse Ione Belarra, secretária geral do partido espanhol Podemos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Veja vídeo:

Madonna diz para pararem de falar português em show da turnê 'Celebration Tour'

Imagem de destaque
'Gnomo eternizado'

Rodriguinho faz homenagem ao BBB 24 com nova tatuagem

Imagem de destaque
Em São Paulo

Faustão recebe alta de hospital após quase dois meses internado

Imagem de destaque
Após separação

Ana Hickmann afirma que teve medo de assumir namoro com Edu Guedes


Daniel Alves, 40, foi condenado pelo estupro de uma jovem, então com 23 anos, no banheiro de uma boate em Barcelona, no dia 30 de dezembro de 2022.

Publicidade


O tribunal ainda definiu uma indenização de € 150 mil (cerca de R$ 800 mil). Da pena, deverão ser descontados os 13 meses que o brasileiro já passou preso, enquanto aguardava o julgamento.


O tribunal considerou que relação não foi consentida e que, para além do depoimento da vítima, foram apresentados elementos de provas que atestaram a violação sexual. Alves também deverá cumprir outros cinco anos de liberdade vigiada e se manter afastado e sem se comunicar com a vítima até essa última data, ou seja, por nove anos e meio.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Daniel Alves: Ex-jogador é condenado a 4 anos e meio por estupro
O ex-jogador Daniel Alves, 40 anos, foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão pelo estupro de uma jovem, então com 23 anos, no banheiro de uma boate em Barcelona, no dia 30 de dezembro de 2022.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade