Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
A "japonesa"

Danni Suzuki afirma que sofreu racismo na TV por sua origem asiática

Folhapress
16 nov 2023 às 12:30
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A atriz Danni Suzuki, 46, diz ter sido vítima de racismo no início de sua carreira. Ela conta que sentiu o primeiro preconceito durante sua participação no programa Sandy & Junior, da Globo, em 2002. "O meu salário era menor que o de todo mundo do elenco de Sandy & Junior, porque eu era japonesa. E eles não tinham o menor problema de falar isso para mim", disse a também apresentadora.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Ela conta que continuou sofrendo discriminação na emissora por causa de sua origem asiática por um bom tempo. "Toda vez que eu ia negociar salário, eles falavam assim: 'Danni, não sabemos quando você vai trabalhar de novo, o seu perfil não é um perfil escalado'. E eu nunca tive nem férias, né?", afirmou durante entrevista ao podcast Tá Benito, da jornalista Isabele Benito.

Leia mais:

Imagem de destaque

Morre Wilsinho Fittipaldi, ícone do automobilismo brasileiro, aos 80 anos

Imagem de destaque
4 anos e meio de prisão

Condenação de Daniel Alves é medida exemplar contra o machismo, diz vice-presidente da Espanha

Imagem de destaque
Relação não foi consentida

Daniel Alves: Ex-jogador é condenado a 4 anos e meio por estupro

Imagem de destaque
José Leonardo

É menino! Zé Felipe e Virgínia anunciam sexo do 3º filho


Danni diz que a situação era desagradável e, apesar do conhecimento dos colegas de trabalho, eles não perceberam que se tratava de racismo. "Todo mundo sabia que eu ganhava menos, mas na época não tinha essa história: 'isso é racismo'", afirmou a atriz. Hoje, ela diz que tem outro entendimento.

Publicidade


"As mulheres continuam ganhando menos. Agora que isso está mudando. Além de ser mulher, eu era japonesa... Hoje eu sei que isso era uma questão [racismo]. Na época, imagina! Isso era absolutamente normal. Então, qual era meu trabalho? Cavar novos trabalhos que não fossem para japonesa." A Folha de S.Paulo procurou a Globo e não obteve resposta.


Em 2020, Danni falou publicamente sobre o afastamento da novela "Sol Nascente", exibida entre 2016 e 2017 pela Globo. A trama recebeu críticas na época por ser centrada em uma família de orientais, sem que houvesse atores com ascendência asiática escalados entre os protagonistas. Segundo atriz, o autor Walther Negrão chegou a dizer que a novela tinha sido escrita para ela.


"Ele me chamou para conversar, falou que há 3 ou 4 anos queria escrever uma novela para mim", contou. "Ele fez a história de japoneses com italianos porque é a minha história, ela era designer porque eu fiz desenho industrial, ela surfava porque eu surfava. Foi tudo construído em cima da minha vida real."


Apesar disso, ela diz que chegou a ser escalada para a produção, mas acabou cortada pouco tempo depois. "Eu saí dessa novela sem uma justificativa", afirmou. Após a publicação do texto, a emissora enviou um comunicado à Folha de S.Paulo afirmando não ter conhecimento sobre a versão da atriz. "Desconhecemos as informações prestadas. Os critérios de escalação das obras da Globo são técnicos e artísticos".


Imagem
Jimmy Kimmel é convocado para apresentar a premiação do Oscar pela quarta vez
Jimmy Kimmel será mais uma vez o anfitrião do Oscar.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade