Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Versão dela

Nataly Mega diz que ficou confusa com decisão de Porchat sobre não ter filhos

- Reprodução/Instagram @fabioporchat
Folhapress
28 mar 2023 às 17:53
Publicidade
Publicidade

Após o fim do casamento de cinco anos com Fabio Porchat, 39, a produtora Nataly Mega torna pública sua versão do ocorrido. Em meados de janeiro, o casal anunciou a separação, e alegou que o motivo foi a discordância sobre ter filhos.


Publicidade
Publicidade

Nataly afirma que sempre quis formar uma família e que, no início da união, Porchat comentava com ela que também queria -apesar de, na frente dos amigos, negar. "Quando começamos a namorar, o Fabio sempre falava para as pessoas que não queria ser pai, mas para mim, em casa, ele dizia que teria filhos. Não entendia muito bem, mas ele era bem próximo de crianças", diz ela em entrevista à revista Marie Claire.

Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

'Palavra desistir não existe no meu dicionário', diz Ivete Sangalo

Imagem de destaque
Veja vídeo

Paolla Oliveira relata perrengue com 'cabeça' de onça

Imagem de destaque
Veja post

Xuxa defende Ivete em polêmica com Baby do Brasil

Imagem de destaque
Saiba mais

Taylor Swift ajuda a bombar transmissão do Super Bowl, que bate recordes nos EUA


Ela conta que a mudança ocorreu depois da festa de renovação de votos, quando marcaram o congelamento de embrião. "Nós planejamos ter filho no segundo semestre de 2022. Estava tudo certo, fomos para consultas, o congelamento foi feito. Até que, mais perto da data, o Fabio falou: 'Não quero'".

Publicidade

O ator chegou a viajar para repensar a decisão, já que, para Nataly, a vontade de formar uma família prevaleceu. Ela diz que Porchat passou alguns dias em Portugal e que, quando voltou, afirmou que queria ter um filho com ela. Mas depois tudo mudou.


"Decidimos nos separar e tudo desmoronou muito rápido na minha frente. Foi no final de dezembro que ele saiu de casa, é até difícil de processar. Tínhamos um casamento tranquilo, fui muito feliz, não posso falar nada de ruim, a parceria era muito boa e posso contar nos dedos as nossas brigas", continua a produtora.

Publicidade


Ela relembra que os dias após o rompimento foram difíceis para ela, e que a ajuda de amigos próximos foi fundamental. O período se tornou mais conturbado pois coincidiu com a morte de seu pai, em fevereiro. "Meus amigos foram essenciais. Os mais próximos sabiam de tudo, desde o começo da nossa crise. Todos os dias eles ligavam, mandavam mensagens, ficavam aqui em casa e me motivavam Passei o fim de ano em uma casa com 20 amigos, foi ótimo", fala.


Nataly conta ainda que, agora, passou a ser vista como a "ex-mulher de Fabio Porchat", o que a incomoda. "Isso não é justo comigo ou com a minha sócia. Em vários momentos, não me senti respeitada. Sinto que as mulheres precisam ser mais incisivas para conquistar respeito. Espero um dia ter de volta a minha imagem, porque as pessoas me colocaram na sombra dele. Agora que estou com a minha empresa, será um recomeço. É um desafio, mas, ao mesmo tempo, é a realização de um sonho", afirma.


O sonho de construir uma família permanece, apesar de Nataly dizer que "sente que acabou um pouco", e que não quer "correr atrás do tempo": "Isso nem é uma questão para mim. É sobre estar com alguém que eu amo. E, se acontecer, aconteceu", finaliza.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade