Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Confira a lista

Nove famosos que 'viraram a casaca' na disputa entre Lula e Bolsonaro

- Agência Câmara
Folhapress
24 out 2022 às 14:45
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com a definição do segundo turno das eleições presidenciais entre Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL), vários famosos utilizaram suas redes sociais para reforçar os seus apoios.


Mas nem sempre essa posição se mantém a mesma. Alguns famosos já mudaram de opinião sobre o voto, seja por divergência de ideias ou descontentamento com o candidato.

Publicidade
Publicidade


A data do segundo turno das eleições 2022 é dia 30 de outubro, de acordo com o calendário eleitoral, estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

'Quadro psicótico', diz Vanessa Lopes ao falar sobre o que a fez sair do BBB

Imagem de destaque

Marido de Rita Lee, Roberto de Carvalho compartilha novo vídeo da cantora; veja

Imagem de destaque
Polêmica

Anitta rebate críticas sobre playback na apresentação na Marquês de Sapucaí

Imagem de destaque
Carreira renomada

Sebastião Salgado irá se aposentar da fotografia para se dedicar à edição


Além da disputa para a presidência entre Lula e Bolsonaro, 12 estados escolherão seus governadores em uma nova disputa eleitoral.

Publicidade


Saiba quem são os famosos que trocaram o apoio em relação a 2018:


Marcelo Madureira

Publicidade


Marcelo Madureira, de 64 anos, se encontrou com o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e confirmou seu voto no petista no segundo turno. A postura é no mínimo curiosa, uma vez que o ex-Casseta e Planeta é conhecido por ser crítico do ex-presidente e do Partido dos Trabalhadores. O comediante justificou sua posição pelo desejo de derrotar o presidente Jair Bolsonaro (PL) nas urnas.


Em uma publicação no Twitter, Madureira apareceu fazendo o L ao posar ao lado de Lula, que abraçou o comediante. "Frente ampla pela democracia e contra Bolsonaro. Com Marcelo Madureira", escreveu o ex-presidente.

Publicidade


Marcelo Serrado


Claro apoiador de um dos maiores aliados de Bolsonaro em 2018, o ex-ministro Sergio Moro (que foi eleito senador pelo União Brasil), o ator Marcelo Serrado deixou explícito que seu voto, este ano, é no candidato do PT, Lula. Anteriormente, Serrado havia se posicionado a favor da Lava Jato, operação que prendeu o petista.
"Declaro meu apoio a Lula, Alckmin, e ao querido Haddad. Faltam poucos dias para a vitória. Estamos juntos", afirmou.

Publicidade


Inês Brasil


A cantora e web-celebridade, considerada um ícone da comunidade LGBTQIAP+, expressou seu apoio ao candidato Jair Bolsonaro, em 2017, em fotos tiradas com ele em um aeroporto.

Publicidade


Atualmente, a web-celebridade apoia abertamente o candidato Lula (PT), twittando fotos de vermelho e falando "Fora Bolsonaro" em diversas instâncias.


Alexandre Frota

Publicidade


Em 2018, o ator e deputado federal Alexandre Frota tirou foto com Bolsonaro, se filiou ao PSL (partido de Bolsonaro na época) e até foi prometido a um cargo de ministro.


No entanto, foi expulso do partido em 2019 após criticar o atual presidente e até participou de pedidos de impeachment de Bolsonaro. E, atualmente, até está apoiando Lula para o cargo presidencial.


Luísa Mell


A ativista da causa animal, que já posou para fotos ao lado de Bolsonaro e da primeira-dama, Michelle, foi uma das famosas que estrelou a corrente "virar votos" a favor do candidato Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de 2022.


Cássia Kiss


O movimento contrário também já foi registrado. Ela era apoiadora de Lula e chegou a criticar duramente Bolsonaro em relação a sua postura "mimada" durante a pandemia. Em conversa recente com o site UOL, a atriz anunciou que votaria no atual presidente.


Danilo Gentili


O comediante Danilo Gentili apoiou o candidato Jair Bolsonaro de maneira mais discreta em 2018, dizendo que com "Bolsonaro existe a dúvida que algo possa dar errado", mas, com Haddad, candidato do PT na época, havia certeza de que "tudo dará errado".


Atualmente, no entanto, o apresentador do "The Noite" não expressou apoio a nenhum dos candidatos com maiores intenções de voto, Lula ou Bolsonaro. No Twitter, tem criticado ambos, afirmando: "achei essa eleição totalmente broxada".


Lobão


Lobão apoiou Bolsonaro com força, em 2018, falando que "deixar o Haddad se eleger soava como uma cusparada na cara", em sua autobiografia. Até fez campanha para que Bolsonaro fosse nomeado "Personalidade do Ano".


Atualmente, no entanto, o cantor fala que não se arrepende de seu voto, mas, já teceu inúmeras críticas a Bolsonaro, inclusive fortes falas como: "Jair Bolsonaro já é um cadáver político". Ainda assim, Lobão não se posicionou a favor de nenhum candidato nas eleições de 2022.


Fagner


Dizendo-se arrependido de ter apoiado Bolsonaro em 2018, desde 2020, o cantor Raimundo Fagner votou no atual presidente e afirmou intenso apoio por ele naquelas eleições.


Do mesmo jeito que Lobão e Gentili, Fagner também não se posicionou politicamente a favor de nenhum futuro presidente.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade