21/10/20
Autobiografia

Xuxa atinge marca de 100 mil cópias vendidas do seu livro 'Memórias' em 24 horas

Xuxa Meneghel, 57, alcançou o marco de 100 mil cópias vendidas da sua autobiografia "Memórias", lançada nesta segunda-feira (21). A cantora fez questão de comemorar e agradecer aos fãs através das redes sociais. "Sabe como se chama isso? Gratidão! Obrigada obrigada obrigada", escreveu Xuxa segurando uma placa comemorativa em que destaca "livro de ouro".



Em "Memórias", Xuxa conta sobre sua trajetória de sucesso que conquistou legião de fãs nos anos 1980 e a fez ganhar o título de Rainha dos Baixinhos. Espalhadas em 272 páginas, o livro contra mais de 100 fotografias selecionadas pela própria Xuxa. Além da sua carreira, a obra aborda questões da vida pessoal da apresentadora como seus antigos relacionamentos com Pelé, Ayrton Senna e Luciano Szafir.

"Cada indivíduo é único. E só posso contar o que eu vivi. O que eu penso. Quem eu sou. E quais as graças que tive em minha trajetória até aqui. Não tenho terapeuta, então quem sabe essas próximas linhas não sirvam também como uma terapia?", diz Xuxa no começo da sua autobiografia. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, realizada por e-mail, Xuxa pontuou algumas coisas que faria diferente em seu passado se tivesse oportunidade.

A principal delas, de acordo com a apresentadora que atualmente é contratada da Record TV, seria acreditar menos nas pessoas. "Se tivesse que voltar atrás, eu diria para mim, naquela época 'acredite menos, se doe menos, viva mais as oportunidades de beijar e de ser beijada, não deixe ninguém gritar com você e não deixe nenhuma pessoa dizer que você não é ninguém se ela não estiver por perto'."

Em sua autobiografia, Xuxa também aborda a polêmica envolvendo com sua ex-fiel amiga e colega, Marlene Mattos. As duas eram próximas desde o início da carreira da apresentadora, ainda na TV Manchete, quando surgiu o Clube da Criança. Com poucas menções, Xuxa atribui o fim das relações entre ambas a um "desgaste" no relacionamento das duas. A cantora Rita Lee foi a primeira pessoa a ler "Memórias" de Xuxa e foi a responsável por escrever o prefácio da obra.

"É como assistir a um filme sobre uma atriz hollywoodiana que começou ralando na vida e quis o destino que se tornasse uma deusa superstar. Conhecendo os pormenores de suas aventuras, que, aliás, escreve com coragem e honestidade, entendo melhor essa mulher estonteantemente bela e os momentos nem sempre fáceis pelos quais passou", diz a artista em um trecho extraído do livro.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Na África do Sul

'Betty, a Feia' ganha primeira versão com protagonista negra

21 OUT 2020 às 09h45
De novo

Fazenda: Luiza Ambiel está na roça; três disputam Fazendeiro

21 OUT 2020 às 08h39
Abriu o coração

Fazenda: Biel lembra paixão por Mirella e relacionamento aberto

20 OUT 2020 às 11h52
Momento difícil

'A dor é enorme', diz Neguinho da Beija-Flor após morte do neto

20 OUT 2020 às 11h33
'Batismo de Fogo'

Padre Marcelo Rossi relata dramas pessoais em novo livro

20 OUT 2020 às 10h33
Pega ou passa?

Neymar lista famosas com quem já ficou; Cleo é 'sonho de infância'

20 OUT 2020 às 09h32
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados