Pesquisar

Canais

Serviços

Satisfeito

António Oliveira vibra por defesa do Corinthians e faz desafio ao elenco

Lucas Musetti Perazolli - UOL/Folhapress
16 abr 2024 às 15:00
- Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Publicidade
Publicidade

António Oliveira está muito satisfeito com o desempenho defensivo do Corinthians e agora quer partir para a "fase 2".

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Veja a nota do atacante

Gabigol é multado e perde a 10 do Fla após foto com camisa do Corinthians

Imagem de destaque
Sedes

Veja os estádios que receberão jogos da Copa do Mundo feminina 2027

Imagem de destaque
Entenda

Reformulação no Palmeiras contará com reforço de peso e zagueiro talentoso

Imagem de destaque
De acordo

São Paulo: Lucas revela conversa com Zubeldía e onde vai jogar com técnico

O técnico pretende melhorar o rendimento ofensivo do Corinthians. A ideia é ter um time com mais variações no ataque e menos dependente dos dribles de Wesley.

Publicidade


A primeira preocupação do português foi ajeitar a defesa. O treinador fez ajustes táticos e entende que a equipe se tornou consistente.


A atuação defensiva no empate em 0 a 0 com o Atlético-MG foi comemorada. O Corinthians não cedeu uma chance sequer para Paulinho e Hulk, dos dois destaques do futebol brasileiro.

Publicidade


Na frente, porém, o Timão deveu. Os donos da casa jogaram o segundo tempo inteiro com um a mais e só acertaram o gol de Éverson uma vez, em um chute de fora da área de Wesley.


António Oliveira tem conversado com o elenco sobre essa necessidade de criar mais para o número de gols aumentar. O técnico valoriza o esforço do elenco para marcar bem e agora propõe esse desafio de atacar melhor.


O objetivo é já apresentar essa melhora diante do Juventude nesta quarta-feira, no Alfredo Jaconi. O jogo contra o Atlético-MG era de mais marcação, enquanto a expectativa para o duelo em Caxias do Sul é ver um Corinthians mais ofensivo.


António deve repetir a escalação, mas agora tem mais alternativas para o segundo tempo, como Paulinho, Igor Coronado e Pedro Raul. Chegou a hora de marcar e também atacar bem.


Imagem
Escolinha do Corinthians: António quer educar joia dentro e fora de campo
O técnico António Oliveira rasgou elogios ao atacante Wesley, de 19 anos, e pretende ter mais tempo para desenvolvê-lo no Corinthians.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade