Pesquisar

Canais

Serviços

Decisão

Bosco substituirá Rogério Ceni contra o Internacional

Agência Estado
27 out 2009 às 22:22
Publicidade
Publicidade

Bem que o técnico Ricardo Gomes tentou fazer mistério em relação ao substituto do suspenso Rogério Ceni para o jogo contra o Internacional, no Morumbi. "Amanhã (quarta-feira), 45 minutos antes da partida", afirmou nesta terça o treinador, bem humorado, como faz em suas entrevistas.

Pouco tempo depois, porém, ele mesmo desfez a dúvida. "Há momentos em que a experiência faz a diferença. O Denis tem 22 anos, o Bosco, 34. Acho que agora eu respondi a sua pergunta", comentou o treinador, acabando com qualquer dúvida após ser perguntado sobre quem entraria no lugar de Ceni. "O Bosco teve uma excelente atuação contra o Náutico. Contra o Corinthians ele estava voltando de contusão."

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Será a 17.ª partida de Bosco em 2009. E reassume o gol exatamente contra o adversário que ele sofreu uma fratura na face. No jogo de ida contra o Internacional, em Porto Alegre, Bosco se chocou com o zagueiro André Dias e ficou dois meses afastado por causa da fratura.

Leia mais:

Imagem de destaque
Reunião

CBF recebe clubes descartando isenção de rebaixamento e Brasileiro alongado

Imagem de destaque
Mais de 300

Endrick prepara presente para funcionários do Palmeiras; veja detalhes

Imagem de destaque
Em Madri

Rodrygo registra encontro com ator Will Smith na Espanha

Imagem de destaque
Ex-técnico

Parreira está curado do câncer, diz médico ex-seleção


"Quando percebi que poderia ter essa chance logo contra o Inter pensei sim naquela partida, não tem como não pensar. Mas já passou, agora é outro momento, será outro jogo, não vou levar nada daquela partida para o campo", garantiu Bosco.


Em suas declarações, Bosco não faz questão de esconder que fica mais feliz quando Rogério Ceni está em campo. Ele mesmo reconhece que é muito melhor, até mesmo para intimidar os adversários, quando o capitão joga. No entanto, o reserva garante que está preparado para o jogo decisivo.

"Para mim é sempre um prazer (substituir Ceni). Eu respeito muito o Rogério e sempre falo que é um grande desafio entrar no lugar dele em todos esses quatro anos que estou aqui. Ter a confiança de todos é essencial, porque sabemos que podemos realizar nosso trabalho com tranquilidade. Assim, o Ricardo pode pensar só da zaga pra frente, porque atrás terá segurança", garantiu o goleiro.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade