Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Reunião dia 27

Brasileiro sem rebaixamento não emplaca em clubes gaúchos e CBF

Igor Siqueira e Marinho Saldanha - UOL/Folhapress
22 mai 2024 às 14:00
- Divulgação/Lampur Engenharia
Publicidade
Publicidade

A sugestão de Renato Gaúcho de um Brasileiro sem rebaixamento não emplaca entre os clubes do Rio Grande do Sul e na CBF. No momento, é um cenário irreal, mesmo no que Grêmio, Internacional e Juventude têm em mente para o conselho técnico da Série A, segunda-feira (27).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Atuação nos anos 80

Corinthians lamenta morte de ex-goleiro César

Imagem de destaque
Dona Celeste Arantes

Morre em Santos, mãe de Pelé, aos 101 anos

Imagem de destaque
Quase saiu

Dudu vê indiferença e apoio tímido em reencontro após novela no Palmeiras

Imagem de destaque

Saiba quais são as contratações mais caras do Palmeiras

Os clubes gaúchos não abraçaram a campanha. Preferem não colocar o tema como assunto no momento, até pelos obstáculos técnicos.

Publicidade


O Inter contou à reportagem que nem chegou a debater esse tema. O Grêmio não quis se manifestar antes da reunião.


O Juventude também não falou formalmente. Mas a reportagem apurou que o clube entende que privar a chance de rebaixamento pode virar gatilho para vetos a outras pretensões no campeonato.

Publicidade


O fato de a CBF ter confirmado o retorno do Brasileiro para o dia 1º de junho, com definição onde os times gaúchos vão mandar seus jogos fora de Porto Alegre, já mostra o cenário que deve se estender até o fim da temporada -ou quando for possível.


Em relação à isenção de rebaixamento, a CBF é contra -tanto de forma ampla quanto a restrita aos gaúchos.
A entidade enxerga razões técnicas e de legislação para não mexer nesse assunto e manter o critério de acesso e descenso.

Publicidade


O presidente Ednaldo Rodrigues já disse à Globo que se um time pode ser campeão, ele também também tem que ficar sujeito ao rebaixamento.


A Lei Pelé estipula que haja acesso e descenso na elite: "Art. 89. Em campeonatos ou torneios regulares com mais de uma divisão, as entidades de administração do desporto determinarão em seus regulamentos o princípio do acesso e do descenso, observado sempre o critério técnico".

Publicidade

O QUE FICOU PARA DEBATE?


A CBF se antecipou e disse que a competição continua a partir do dia 1º. Os clubes vão falar sobre consequências da pausa.

Publicidade


A CBF precisa ter um cenário sobre o que vai poder ou não fazer na hora de encaixar os jogos, no que diz respeito a intervalo entre partidas e o aparentemente inevitável choque com as datas Fifa.


A CBF já disse aos clubes que há dificuldade de harmonização do calendário por causa do Mundial de Clubes do fim do ano.


O Brasileiro está previsto para acabar, inicialmente, em 8 de dezembro. E tem jogo do intercontinental no dia 14, seis dias depois. O histórico recente da Libertadores aponta que a chance de um time brasileiro estar lá é enorme.


Imagem
CBF anuncia volta do Campeonato Brasileiro a partir de 1º de junho
A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou nesta terça-feira (21) a retomada do Campeonato Brasileiro a partir de 1º de junho.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade