Pesquisar

Canais

Serviços

No Maracanã

Com 3 de Adriano, Flamengo goleia Inter e afasta crise

Agência Estado
13 jun 2009 às 17:36
Publicidade
Publicidade

Nada como uma goleada sobre um dos líderes do Campeonato Brasileiro para afastar o gosto amargo de uma goleada sofrida. Ainda mais quando a estrela do time brilha intensamente, como foi o caso de Adriano, autor de três gols na vitória do Flamengo por 4 a 0 sobre o Internacional, neste domingo, no Maracanã, pela sétima rodada do Brasileirão.
Subindo para a sexta posição na tabela, com 10 pontos, o Flamengo recupera a autoestima para o clássico do próximo domingo contra o Fluminense. Já os gaúchos, que não vencem há quatro partidas, vão de moral baixo para o confronto contra a LDU pela Recopa, apesar de manter a segunda colocação no Brasileiro, com 14 pontos.

Foi um primeiro tempo de sonhos para o pressionado time carioca. Com a torcida estendendo faixas de protestos, os donos da casa não demoraram a abrir o placar e evitar a inquietação dos torcedores. Aos 12 minutos, Willians roubou bola no meio-de-campo e passou a Ibson, que fez bom lançamento para Adriano. O atacante, em posição legal, venceu a linha de impedimento da zaga e entrou livre, matando o goleiro Lauro com um sutil toque por cobertura.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Sentindo muito os desfalques importantes, como os contundidos Taison, Bolívar, Magrão e D'Alessandro, além dos convocados Nilmar e Kléber, o Internacional pouco ameaçava. O equatoriano Bolaños, fazendo dupla com Alecsandro, teve estreia apagada.

Leia mais:

Imagem de destaque
Quer sair

Pressão da família e insatisfação com a reserva motivam saída de Cássio do Corinthians

Imagem de destaque
Saiba mais

Copa do Brasil e Libertadores seguem no calendário após Brasileirão parar

Imagem de destaque
A pedido de 15 clubes

CBF suspende rodadas 7 e 8 da Série A do Campeonato Brasileiro

Imagem de destaque
Polêmicas

Limite de vagas por país gera distorção na classificação para novo Mundial de Clubes


Em contra-ataques ou em chegadas construídas desde o campo defensivo, o Flamengo era mais contundente e levava maior perigo. Aos 35 minutos, Leonardo Moura passou pela marcação e cruzou consciente para Ibson que, com um toque de calcanhar, deixou Emerson livre para ampliar com um chute de bico.

Publicidade


Ainda houve tempo para, nos acréscimos, o Imperador mostrar mais uma faceta de seu repertório. Em bela cobrança de falta, Adriano colocou a bola por sobre a barreira, no canto esquerdo de Lauro: 3 a 0.


Tite tentou mudar o Inter, colocando Leandrão e Glaydson nos lugares de Bolaños e Giuliano, mas as mudanças foram ineficazes. Os cariocas continuavam muito melhor posicionados em campo, promovendo boas inversões de jogada e abrindo espaços na defesa adversária.


Aos 20 minutos, Juan fez lindo lançamento para Leonardo Moura, que invadiu a área e foi derrubado por Glaydson. Adriano pegou a bola e refutou todas os pedidos de Juan que queria efetuar a cobrança. O atacante bateu bem e ampliou selando a vitória.

A partir daí, o Flamengo continuou melhor e sempre se mostrou mais perto de chegar ao quinto do que de sofrer o primeiro. Cuca ainda promoveu a reestreia de Petkovic, nos últimos dez minutos. Vitória para lavar a alma flamenguista e afastar a crise da Gávea, pelo menos por enquanto.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade