Pesquisar

Canais

Serviços

Na Arena Corinthians

Corinthians promete ser mais ousado contra o Bahia

Agência Estado
23 jul 2014 às 08:14
Publicidade
Publicidade

Se depender do discurso do técnico Mano Menezes, o torcedor pode esperar contra o Bahia, nesta quarta-feira, às 22 horas, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela rodada de ida da terceira fase da Copa do Brasil, um Corinthians bem diferente daquele que não saiu de um fraco empate por 0 a 0 com o Vitória, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Nesta terça, o treinador prometeu um time alvinegro bastante ofensivo. "O Bahia vai esperar mais e jogar no nosso erro porque o regulamento incentiva que seja assim, já que eles têm um segundo jogo em casa (no dia 6 de agosto, na Arena Fonte Nova, em Salvador). Vamos tomar a iniciativa, propor o jogo e atuar de forma mais enfática", disse.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Mano Menezes permitiu a entrada da imprensa apenas na parte final do treino desta terça, mas revelou que, sem a presença dos jornalistas, ensaiou "toque de bola rápido, marcação pressão e deslocamentos em velocidade". Para obter uma vitória convincente, o treinador disse até não se importar muito se a sua defesa for vazada - gols fora de casa são o primeiro critério de desempate na Copa do Brasil. "Você não pode entrar com medo de tomar gol. Sabemos que, ao propor o jogo, você cede espaços que não poderia ceder e, por isso, acaba correndo riscos", afirmou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Série A

Brasileirão 2024 terá 134 estrangeiros; veja os números por país

Imagem de destaque
Palmeiras

Raphael Veiga cita aprendizado com Kaká e muda em campo para ser mais decisivo

Imagem de destaque
Indefinido

Paulinho surpreende e ganha sobrevida no Corinthians, mas não sabe do futuro

Imagem de destaque
Morelos

Santos pode usar caso de Lucas Lima para negociar jogador de maior salário


Nas palavras de Mano Menezes, o Corinthians tem de jogar de "forma inteligente" e ser "mais constante no ataque" do que foi contra o Vitória. E isso passa necessariamente por trocar mais passes no campo ofensivo na opinião do treinador.

Publicidade


Ele não pretende usar o confronto diante dos baianos para fazer testes visando o clássico de domingo contra o Palmeiras, pelo Brasileirão, também no Itaquerão. Apesar de o treinador não ter descartado a possibilidade de fazer mudanças na equipe em relação ao time que jogou no último domingo, Jadson deve enfrentar o Bahia mesmo estando suspenso do duelo do fim de semana.


O meia é o jogador mais criativo da equipe e principal responsável por fazer a ligação entre o meio de campo e o ataque. Como os baianos devem armar um ferrolho para se proteger, Jadson tem papel fundamental na construção das jogadas para encontrar brechas na defesa.


Quem corre risco de perder a vaga é o atacante Luciano, que rendeu muito abaixo do esperado na partida em Salvador. O paraguaio Angel Romero e Romarinho disputam a posição, mas o primeiro leva vantagem depois de ter sido bastante elogiado por Mano Menezes.

No Bahia, a novidade deve ser a estreia do atacante Marcos Aurélio, emprestado pelo Internacional e que teve o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta terça. Três jogadores estão fora do jogo e entregues ao departamento médico: Demerson, Henrique e Rhayner.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade