Pesquisar

Canais

Serviços

Fica ou sai?

Corinthians venera Cássio em meio a mistério no clube

André Martins - UOL/Folhapress
15 mai 2024 às 13:42
- Rodrigo Coca/Corinthians
Publicidade
Publicidade

O futuro de Cássio dominou o ambiente da Neo Química Arena na goleada do Corinthians sobre o Argentinos Juniors, como era de se esperar. O tratamento dado ao ídolo alvinegro, tanto dentro do grupo quanto vindo das arquibancadas, evidencia a sua grandeza no clube do Parque São Jorge.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


REVERÊNCIA E APOIO

Leia mais:

Imagem de destaque
Dia 3 de junho

Neymar vai leiloar chuteira banhada a ouro e partida de pôquer com ele em evento beneficente

Imagem de destaque
Vencedores da licitação

Fla e Flu tentam invalidar proposta do Vasco, mesmo ficando com o Maracanã

Imagem de destaque
Linfoma de Hodgkin

Parreira diz estar 'zerado' após tratamento contra câncer: 'Nada tão grave'

Imagem de destaque
Transmissão

Globo negocia com clubes da Liga Forte União para manter apelo do Premiere


O ídolo corintiano foi ovacionado por torcedores antes de a bola rolar e ao final do jogo. Ele ouviu seu nome entoado pelo estádio durante o aquecimento e também na saída de campo. E agradeceu.

Publicidade


A presença, mesmo que no banco, já foi motivo de comemoração entre os corintianos. O camisa 12 foi relacionado para a partida e esteve no banco de reservas enquanto trata com a diretoria sobre a sua permanência no clube.


A possível ida de Cássio ao Cruzeiro foi o assunto mais quente do pós-jogo. O Corinthians não só saiu com a classificação garantida como convenceu, mas os holofotes estavam nos próximos passos do ídolo.

Publicidade


Ele mesmo se esquivou sobre o tema, mas o técnico e companheiros de time demonstraram o impacto que o goleiro tem no vestiário. Enquanto Cássio disse que se pronunciará no momento certo, quem convive com ele o exaltou e demonstrou apoio.


O técnico António Oliveira sublinhou a grandeza do goleiro e se declarou: "Um dia vou morrer feliz por dizer que fui treinador dele". O comandante português ouviu perguntas sobre o goleiro quatro vezes na coletiva e afirmou que não será ele quem decidirá a vida do jogador.

Publicidade


Novo titular da posição, Carlos Miguel transbordou sua gratidão e pediu para Cássio ficar, ressaltando que a palavra final cabe ao ídolo. Questionados na zona mista, Breno Bidon e Cacá destacaram a importância dentro do elenco de contar com a liderança do veterano de 36 anos, há 12 no clube.


"É o maior ídolo da história do clube e isso não se apaga. Vai ficar gravado nas paginas douradas do clube. Não sou quem que vou decidir a vida do Cássio. (...) Essas questões serão decididas entre diretoria e o Cássio, que melhor que ninguém saberá dar melhor solução à situação. Tenho enorme prazer desta quarta-feira (15) já me considerar amigo dele. Um dia vou morrer feliz por dizer que fui treinador do Cássio", disse António Oliveira.

Publicidade


"Tenho a maior a gratidão pelo que ele fez por mim. Se nesta quarta-feira (15) eu venho jogando, é graças a ele também. Ele para mim é um pai, um cara que cuida bastante de todos. A decisão eu não sei, não cabe a mim, eu agradeço muito a ele por tudo aqui, eu peço que ele fique", afirma Carlos Miguel.


"Ele sabe que é um ídolo, sabe a importância dele aqui dentro. O quanto é importante a palavra dele no vestiário, é o que está fazendo, nos motivando e nos cobrando. Está sendo importante para a gente entrar motivado para o jogo. Cássio sabe a importância dele, isso é coisa pessoal dele", falou Cacá.


"Não tem o que falar, é uma decisão dele, dos empresários, da diretoria. O que ele decidir, a gente apoia ele", diz Breno Bidon.


Imagem
Cássio pede para sair, e Corinthians oferece aumento salarial e 2 anos de contrato para tentar segurá-lo
Multicampeão pelo Corinthians, idolatrado pela torcida e segundo jogador com mais jogos com a camisa alvinegra, Cássio vê que seu ciclo no Parque São Jorge chegou ao fim e deseja deixar o clube.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade