Pesquisar

Canais

Serviços

Centroavante

Damião quer gol contra Argentina, mas segura ansiedade

Agência Estado
02 out 2012 às 12:17
Publicidade
Publicidade

O atacante Leandro Damião espera poder voltar a brilhar com a camisa da seleção brasileira em um jogo contra a Argentina, nesta quarta-feira, no duelo de volta do Superclássico das Américas, no confronto que o faz lembrar a partida que disputou no ano passado com o rival em solo argentino. Naquela ocasião, em setembro de 2011, ele chegou a arrancar aplausos da torcida local ao aplicar uma "lambreta" em um adversário. Aquela jogada ofensiva depois foi concluída com um cruzamento seu em que a bola bateu na trave no amistoso que terminou empatado por 0 a 0, em Córdoba.

Naquele dia 14 de setembro, Brasil e Argentina fizeram o jogo de ida daquela edição do Superclássico das Américas, e agora Damião não esconde a grande motivação que terá neste novo amistoso diante dos argentinos, em Resistencia (ARG). Ao mesmo tempo, porém, ele contém a ansiedade para que a mesma não atrapalhe o seu desempenho dentro de campo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Não adianta eu ficar pensando que tenho de fazer gol todo jogo, para mim as coisas têm que acontecerem normalmente, tem que trabalhar para poder jogar bem e ajudar", enfatizou o jogador, que voltou a falar com saudade daquele belo e inesperado drible que exibiu naquele duelo do ano passado.

Leia mais:

Imagem de destaque
3 a 0

Brasil derrota Japão nos pênaltis para garantir 3º lugar na SheBelieves

Imagem de destaque
Na quinta

Palmeiras poupará titulares na Libertadores para 'equilibrar elenco'

Imagem de destaque
Entenda

Flamengo: Gerson assume liderança fora do campo enquanto tenta antecipar volta

Imagem de destaque
Lateral-esquerdo

Santos prepara renovação de Felipe Jonatan de olho em venda futura


"Lembro sempre da lambreta. É uma jogada que já fiz em outras oportunidades. Naquele dia, contra a Argentina, foi mágico. Assim que fiz, a torcida deles me aplaudiu. Mas é algo que só uso em direção ao gol", completou, lembrando que não teve a intenção de humilhar o seu adversário naquele amistoso.

No jogo de ida deste Superclássico das Américas, no último dia 19, no Serra Dourada, em Goiânia, Damião ficou na reserva e depois entrou no lugar de Luis Fabiano no decorrer da partida que terminou com vitória por 2 a 1 dos brasileiros. Agora, com o são-paulino fora da seleção por causa de lesão, o atacante do Internacional espera por uma possível nova chance no time titular para voltar a provar o seu valor a Mano Menezes.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade