Pesquisar

Canais

Serviços

Rússia 2018

Dez brasileiros têm esperança de jogar mais uma Copa

Agência Estado
09 jul 2014 às 08:30
Publicidade
Publicidade

Do time brasileiro que deixou nesta terça-feira a disputa pelo título da Copa do Mundo, as análises apontam que 10 jogadores têm chances de disputar o próximo Mundial, na Rússia, seja por questões de idade, seja pelo desempenho apresentado - pelo menos até o jogo contra a Alemanha.

Na defesa, as chances maiores ficam para David Luiz, de 27 anos, e Marcelo, de 26. O zagueiro, recém-contratado do Paris Saint-Germain, vai ter de justificar o altíssimo valor pago na transação que o tirou do Chelsea. Marcelo, por sua vez, vai precisar recuperar a vaga na equipe principal do Real Madrid.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Julio Cesar, Daniel Alves e Thiago Silva, porém, podem ter disputado sua última Copa. O goleiro teve três oportunidades, duas delas como titular, e não obteve sucesso. O lateral-direito e o zagueiro também estiveram em seu segundo Mundial e, mais uma vez, não conseguiram levar o time ao título.

Leia mais:

Imagem de destaque
Virou a chave

Raphael Veiga conta que tinha muito medo de bater pênaltis no Palmeiras

Imagem de destaque
Sul-Americana

Corinthians resgata jogadores após período livre, mas não encontra soluções

Imagem de destaque
Paulistão

Santos prioriza final, mas já projeta mercado da bola para o Brasileiro

Imagem de destaque
Vendido ao Lyon

São Paulo estuda acionar Botafogo na Fifa por subvalorização de Lucas Perri


O meio de campo, com mais experiência e rodagem, poderá até ser repetido pelo sucessor de Felipão. Oscar, Willian e Ramires, do Chelsea, Paulinho, do Tottenham, e Luiz Gustavo, do Wolfsburg, em tese, ainda deverão reunir condições físicas para vestir a camisa verde e amarela em uma Copa. Dos quatro, Oscar, aos 22 anos, é o que tem mais a se desenvolver.


ATACANTES - Já o ataque terá de ser alterado. Fred, em 2018, terá 34 anos e sua fraca atuação neste Mundial não o deixa com credibilidade para ser lembrado mais uma vez para a seleção. Bernard, aos 22 anos, e Hulk, aos 27, podem ter mais uma chance.

Neymar, se não tiver problemas com lesão, tem pelo menos mais duas Copas. Mostrou em nossos campos que ainda precisa evoluir técnica e taticamente, a ponto de poder exibir seu talento natural com mais eficácia, diante de adversários mais bem preparados. O que nenhum deles vai conseguir é apagar o segundo fracasso do nosso futebol em casa.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade