Pesquisar

Canais

Serviços

Ricardo Chicarelli/Londrina EC
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Temporada 2022

Londrina EC quer resolver problema da lateral-direita com revelação do Vasco

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
11 jan 2022 às 10:22
Continua depois da publicidade

O Londrina sofreu o ano todo de 2021 sem um lateral-direito. Foram várias contratações, mas ninguém sem firmou e o que mais se viu ao longo da temporada foi a improvisação de outros jogadores na posição. Para tentar resolver o problema em 2022, o Tubarão foi buscar Rafael França, que chega com a missão de assumir a condição de titular. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


No ano passado, jogaram na lateral-direita do LEC João Carlos, Ricardo Luz, Talison e Elácio Cordoba. Os três primeiros atuaram pouco e não chegaram até o fim da temporada. Já o colombiano apareceu bem apenas na reta final da série B. No entanto, o jogador não renovou o seu contrato. Quem mais jogou no setor foi o meia Matheus Bianqui. Atuaram improvisado ainda na posição os volantes Luan Marchiori e Bidía. 

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


"Estou muito feliz e motivado. Receber o convite de um clube como o Londrina é motivo de muita felicidade e não posso dar menos que a minha dedicação e empenho totais", afirmou França, de 23 anos. O lateral fez toda a base no Vasco da Gama, onde chegou aos nove anos e ficou até se profissionalizar. Com poucas oportunidades no cruzmaltino foi emprestado ao Paraná Clube em 2020 e no ano passado defendeu o Maricá, na segunda divisão carioca. 


Leia mais sobre o LEC na Folha de Londrina.

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo