Pesquisar

Canais

Serviços

Depois de reclamações

Luxemburgo pede desculpas ao elenco do Palmeiras

Agência Estado
24 jun 2009 às 15:00
Publicidade
Publicidade

Uma semana depois de reclamar que não tem um jogador diferenciado no elenco, o técnico Vanderlei Luxemburgo se desculpou com o grupo do Palmeiras. Segundo ele, as suas declarações foram deturpadas pela imprensa, "que está sempre com maldade, de sacanagem".

Depois do empate em casa com o Nacional, na semana passada, pelas quartas de final da Libertadores, Luxemburgo disse que faltava ao Palmeiras um jogador capaz de desequilibrar um jogo. Ele até citou Ronaldo, do Corinthians, e Nilmar, do Inter, como exemplos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Nesta sexta-feira, Luxemburgo disse que o grupo palmeirense recebeu bem seu pedido de desculpas. "Eles sabem o meu modo de agir", disse o técnico, que garantiu que não teve intenção de criticar Diego Souza ou Keirrison, apontados como os jogadores diferenciados do Palmeiras.

Leia mais:

Imagem de destaque
Libertadores

Flamengo tem preocupações médicas e dois desfalques certos contra Bolívar

Imagem de destaque
Fase de grupos

Quais times brasileiros podem avançar às oitavas da Libertadores nesta rodada

Imagem de destaque
Palmeiras

Veiga foi da perfeição à decepção nos pênaltis; veja outros batedores

Imagem de destaque
Após Copa América

Sao Paulo já trabalha com saída de James, que não convenceu Zubeldía


"Só disse que eles não têm característica de drible e continuo achando isso", explicou Luxemburgo, ao justificar que foi mal interpretado pela imprensa, o que acabou provocando seu pedido de desculpas ao grupo. "Comentei que não tínhamos atletas dribladores para decidir o jogo. Não foi nada demais".

O técnico também disse nesta sexta-feira que estranhou a ordem do presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, para que ninguém do clube volte a reclamar da torcida. "Vou continuar falando o que penso, e não é sobre a torcida do Palmeiras, mas sobre a Mancha Verde (principal organizada do clube). O Belluzzo lutou contra a ditadura e eu tenho certeza que não vai tirar minha liberdade de expressão", afirmou Luxemburgo.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade