Pesquisar

Canais

Serviços

Série A

Mano trabalha para recuperar Corinthians e evitar combinação desastrosa

- Divulgação/Cruzeiro
UOL/Folhapress
23 out 2023 às 17:00
Publicidade
Publicidade

Mano Menezes quer evitar a todo custo que o Corinthians tenha uma combinação que é perigosa no futebol brasileiro: time grande e zona de rebaixamento. O treinador completou cinco jogos no clube e ainda não venceu.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Mano tem insistido que o trabalho dele é passar tranquilidade para um grupo de jogadores 'técnicos' que não têm conseguido jogar o que podem.

Leia mais:

Imagem de destaque
Recebe o Maringá domingo

Londrina EC comemora semana livre após encaminhar classificação no Paranaense

Imagem de destaque
Paulista

Rômulo brilha, Novorizontino vence Santos na Vila e pressiona São Paulo

Imagem de destaque
Paranaense

Londrina EC desencanta com goleada no Café e entra no G8

Imagem de destaque
Dez dias

Técnico Dorival Jr. vai à Europa ver jogadores antes de 1ª lista


O comandante sabe que se entrar na zona de rebaixamento a pressão pode sair de controle. Ele já viveu esse problema no Cruzeiro e definiu a sensação.

Publicidade


"É como surfar com ondas muito altas. Tem que ter maturidade, passar tranquilidade para os jogadores. O comandante tem essa missão para minimizar a situação momentânea e não deixar que ela interfira no rendimento da equipe dentro de campo", disse Mano em entrevista coletiva.


No empate de ontem contra o lanterna América-MG, em casa, a torcida ameaçou os jogadores. "Ei, você aí, acabo com a sua vida se o Coringão cair" foi um dos cânticos. 

Publicidade


Na saída do gramado, Giuliano, que marcou o gol da igualdade no minuto final, admitiu a tensão.


"Claro que é difícil, é um momento conturbado nosso, bastante desconfortável na tabela, não temos uma sequência de bons resultados, bons jogos, de boa performance. É um ano muito difícil para nós [...] É um caminho que estamos percorrendo, é difícil, não vai ser fácil, jogar no Corinthians tem um peso muito grande, mas seguimos trabalhando", disse Giuliano.

Publicidade


Para o treinador, nesse cenário time não consegue render o que pode. 


"Penso que temos potencial para entregar mais e melhor em um curto espaço de tempo [...] Nossa equipe é técnica, tem jogadores técnicos. Quando uma equipe tem a sua base de jogadores técnicos, ela tem que se impor tecnicamente porque ela não é uma equipe de muita briga pela bola, a bola precisa estar com o time mais tempo". 

Publicidade


A MISSÃO DE MANO

Publicidade


Mano Menezes é um dos técnicos brasileiros que jamais foram rebaixados na comeptição nacional. Ele já passou por Corinthians [duas vezes antes da atual], Cruzeiro, Flamengo, Bahia, Grêmio, Palmeiras e Inter.

Publicidade


Ele ainda não venceu em cinco jogos. São três empates e duas derrotas. E está a três pontos do Vasco, primeiro time dentro do Z4 do Brasileirão.


"A minha missão aqui é dar a tranquilidade para que eles passem sem ter queda de produção técnica [...] Quero que a equipe seja mais estável em campo e que transmita segurança porque essa segurança faz os jogadores crescerem individualmente. Tenho certeza que eles têm capacidade para fazer mais", disse.


Parece óbvio, mas Mano Menezes explica o que é preciso fazer nessa fase atual do clube.


"Penso que pontuando em todas as rodadas, não vamos estar na condição que o torcedor teme [...] Eu imagino uma reta final de jogos muito parelhos, com raras exceções, como hoje teve uma de um placar mais elástico [Inter e Santos]. Temos que nos preparar para isso [...] Quando você não consegue fazer [vencer em casa], tem que ter maturidade para pontuar fora. Temos que recuperar esses pontos que deixamos", afirmou.


As 10 rodadas finais do Brasileirão reservam diversos confrontos diretos para o Corinthians na luta contra o rebaixamento. Isso porque, três [Cuiabá, Internacional e Bahia] dos 10 rivais aparecem a sete pontos ou menos do Z4. Além disso, outros três estão na zona da degola [Santos, Vasco e Coritiba].


O calendário do Corinthians tem, nesta ordem: Cuiabá (F), Santos (C), Athletico-PR (C), Red Bull Bragantino (F), Atlético-MG (C), Grêmio (F), Bahia (C), Vasco (F), Internacional (C) e Coritiba (F).


Imagem
Corinthians vence Palmeiras e conquista título da Libertadores de futebol feminino
O Corinthians venceu o Palmeiras por 1 a 0 na noite de sábado (21) no estádio Olímpico Pascual Guerrero, em Cali (Colômbia) e conquistou o título da Copa Libertadores de futebol feminino
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade