02/03/21
PUBLICIDADE
Decisão

Mesmo sem público, Libertadores levará palmeirenses e santistas ao Rio

Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

O comerciante Bruno Luiz Opasso, 37, estará no Rio de Janeiro em 30 de janeiro por causa da final da Libertadores.

O jogo entre Santos e Palmeiras será disputado com portões fechados, devido à pandemia da Covid-19, e ele ficará fora do Maracanã -local escolhido previamente pela Conmebol para a decisão. Mesmo que pudesse, porém, não entraria no estádio.


"Não quero ir ao Maracanã. Já fui lá entre 10 e 12 vezes. O Santos só ganhou uma. Mesmo que me ofereçam um ingresso, eu não vou. É superstição. Vi todos os jogos da Libertadores em barzinhos. Vou ver esse também, só que no Rio de Janeiro", afirma o torcedor santista, que deve chegar à Barra da Tijuca para se hospedar no mesmo hotel da delegação do clube na próxima quinta-feira (28).

Opasso não está sozinho. A primeira decisão 100% brasileira do torneio sul-americano desde 2006 (e inédita no formato de jogo único) provocará o deslocamento de torcidas das duas equipes paulistas ao Rio, mesmo para assistir à partida pela televisão. O acesso ao entorno do estádio também estará fechado, para tentar evitar os corredores de torcedores que marcaram as últimas partidas do torneio.

"Meu filho pergunta a toda hora quantos dias faltam para a final. Comprei passagem de avião e hotel depois do empate em 1 a 1 com o Libertad (PAR), pelas quartas de final. A ideia é proporcionar a ele estar na cidade da decisão. Viver a partida da melhor maneira", diz o jornalista Fabio Bolla, 42, que vai à capital carioca com Lorenzo, 5, e a mulher, Fabiana, 38.

O plano de estar na final é mais antigo do que isso. Começou em março do ano passado, quando os jogos ainda tinham público. Para dar a Lorenzo a noção do que é estar em uma partida fora de São Paulo, planejou levá-lo ao confronto contra o Tigre, na Argentina, pela fase de grupos.

Mas eles ficaram presos no trânsito, chegaram dois minutos depois do encerramento do embarque e não puderam entrar no avião. "O Lorenzo voltou chorando o caminho inteiro para casa", relembra o pai.

Alguns poucos privilegiados poderão acompanhar a decisão dentro do Maracanã. Cada clube recebeu 150 ingressos para distribuir entre convidados, então serão 300 pessoas em um estádio com capacidade para 78.838.

O Santos destinará 45 bilhetes para familiares de jogadores e comissão técnica, 30 para o comitê de gestão (que tem nove integrantes), 30 para conselheiros, 15 para autoridades e patrocinadores, 25 para sócios e 5 para funcionários do clube.

O Palmeiras definiu que 75 irão para o elenco e comissão técnica. Segundo a assessoria do clube, dois serão entregues a Silvia Greco e seu filho Nickollas, que venceram em 2019 o prêmio The Fan, entregue pela Fifa. O garoto tem deficiência visual, e a mãe narra os jogos do time para ele saber o que acontece em campo. O destino dos outros 73 ingressos ainda não foi definido.

Todos os torcedores ouvidos pela reportagem dizem querer estar o mais perto possível da partida para a eventual festa do título. Pretendem ver o jogo em bares ou nos quiosques das praias cariocas.

"Ficar em Santos, para mim, não é opção. Acho que no Rio vou festejar mais", diz o assistente administrativo Adalberto Correa, 37.

"Quando eu disse para a minha mulher, ela falou que eu era louco. Depois aceitou. Pode ser uma sensação estranha, mas vou sentir que fiz tudo o que era possível pelo time. Talvez fosse mais estranho estar em São Paulo e pensar que poderia ter ido para o Rio. Alguns amigos me perguntaram: e se o Palmeiras perder? Se perder, fico por mais uma semana para sumir", brinca o gerente de vendas Marcelo André Carone, 41. Ele irá à cidade com o filho Murilo, 7, e a mulher Tatiane, 38.

Há também um movimento (não divulgado de forma oficial até agora) de torcidas organizadas para ver a partida em telões, em suas sedes, nos arredores dos estádios Allianz Parque e Vila Belmiro, ou mesmo no Rio de Janeiro.

Organizadas de Santos e Fluminense se mobilizam para acompanhar a partida juntas na capital carioca. O mesmo pode ocorrer entre palmeirenses e vascaínos, que têm grupos aliados.

Os clubes não têm um número de quantos de seus fãs farão a viagem. O Santos divulgou na semana passada nota sobre o encontro entre o presidente Andres Rueda e o prefeito da cidade, Rogério Santos, para discutir os riscos de aglomeração no dia da final.

"Sabemos que é um momento histórico e que os torcedores querem assistir a essa partida, diante dessa campanha maravilhosa. Mas nossa preocupação é com a saúde da comunidade, criando uma campanha conjunta com o Santos para que todos respeitem os protocolos de segurança", disse o prefeito.

Consultada, a Prefeitura de São Paulo lembra que a cidade "continua em pandemia, na fase amarela, de acordo com o Plano SP, e o cumprimento dos protocolos de segurança, respeitando o distanciamento social, é essencial para o controle do contágio pela Covid-19 na cidade".

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo ressalta que aglomerações podem levar à interdição de estabelecimentos comerciais e que pode intensificar o trabalho de orientação ao público, com o uso de viaturas de patrulhamento.

A Prefeitura do Rio de Janeiro disse que está em fase de planejamento junto à CBF, à Conmebol e à Policia Militar um esquema operacional para intensificar a segurança na cidade.

O órgão diz que é importante que torcedores colaborem, evitando aglomerações, e que a Secretaria Municipal de Ordem Pública intensificará as ações de fiscalização nos bares e comércios próximos ao Maracanã.
Alex Sabino e Diego Garcia - Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Veja os jogos!

Sorteio define confrontos da 1ª fase da Copa do Brasil

02 MAR 2021 às 17h04
Juninho Manella

Youtuber londrinense não jogará pelo São Bento no Campeonato Paulista

02 MAR 2021 às 14h47
Entenda

Depois de sete anos seguidos, Londrina EC fica fora da Copa do Brasil

02 MAR 2021 às 12h37
Veja o vídeo!

Neymar se revolta com Lumena após BBB criticar jogadores de futebol

02 MAR 2021 às 11h00
Após decreto municipal

Londrina EC reembolsa compradores dos ingressos de partida contra Maringá FC

02 MAR 2021 às 10h45
Veja os lances!

Em pior fase com Mancini, Corinthians empata na estreia do Paulista

01 MAR 2021 às 15h00
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados