Pesquisar

Canais

Serviços

Entenda

Mundial, seleção e mais: por que Felipe Anderson foi da Europa ao Palmeiras

Bruno Madrid e Flavio Latif - UOL/Folhapress
16 abr 2024 às 14:00
- Divulgação/Lazio
Publicidade
Publicidade

A diretoria do Palmeiras agiu silenciosamente ao fechar com o meia-atacante Felipe Anderson, que descartou permanecer no futebol italiano para retornar ao seu país após mais de dez anos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
A partir de R$ 99

Santos inicia venda de ingressos para partida contra o Botafogo-SP em Londrina

Imagem de destaque
A partir de julho

Palmeiras planeja férias para Felipe Anderson e estreia não será imediata

Imagem de destaque
Sete principais

13 brasileiros se sagraram campeões nacionais na Europa neste ano; quem são

Imagem de destaque
Reclamação

Jogos na segunda-feira incomodam São Paulo, que tinha promessa da CBF

O brasileiro atuava na Lazio desde 2021 e tinha caminho livre para renovar seu contrato com os europeus -o vínculo acabaria no fim de junho, com o término da temporada local.

Publicidade


Felipe Anderson também tornou-se alvo da Juventus nas últimas semanas. A equipe de Turim não tem mais chance de título italiano e já iniciou seu planejamento para os próximos meses.


As duas propostas superavam, financeiramente, o que foi oferecido pelo Palmeiras, que fez uma análise de mercado e aprovou o nome do brasileiro. A versatilidade do atleta acabou bastante valorizada em meio aos estudos.

Publicidade


A estrutura, o profissionalismo e o momento vitorioso do alviverde, no entanto, se sobressaíram diante do dinheiro europeu. Felipe Anderson, que reinicia sua trajetória no Brasil em julho, gostou das conversas que teve com a diretoria e assinou com os paulistas até 31 de dezembro de 2027.


O Mundial de Clubes de 2025 também pesou. O Palmeiras vai disputar o torneio a partir de junho do ano que vem e trata a competição - que terá novo modelo - como obsessão.


A seleção brasileira é outra prioridade para o jogador, que sonha em voltar a representar o Brasil. Ele integrou a equipe que conquistou os Jogos Olímpicos de 2016, mas nunca engatou uma sequência de convocações - as chances dadas por Dorival Júnior ao zagueiro Murilo e ao atacante Endrick animaram o futuro palmeirense.


Felipe Anderson tem 31 anos e, na atual temporada, entrou em campo em 44 partidas, marcando cinco gols e dando sete assistências. Ele rodou por outros países da Europa além da Lazio: defendeu as cores do West Ham, da Inglaterra, e do Porto, de Portugal.


Imagem
Palmeiras anuncia a contratação do atacante Felipe Anderson
Felipe Anderson, atacante de 31 anos, é o novo reforço do Palmeiras.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade