29/11/20
PUBLICIDADE
Desabafo

No G4, Alemão lembra ano difícil do LEC: "tinha tudo para cair"

Gustavo Oliveira / LEC
Gustavo Oliveira / LEC


Após a vitória do Londrina Esporte Clube por 1 a 0 sobre o Ituano, o técnico Alemão desabafou sobre as dificuldades do clube ao longo do ano e valorizou o esforço que tem garantido ao time uma boa posição na Série C. Após 12 rodadas, o Tubarão ocupa a terceira colocação do grupo B, com 20 pontos ganhos.


O treinador avaliou o desempenho no Paranaense como razoável e lamentou a queda precoce na Copa do Brasil, mas ressaltou que o time foi totalmente reformulado para a Série C. Alemão acredita que, depois de encaminhar as negociações que se arrastavam desde 2019 sobre a parceria com a SM Sports, o clube se reergueu e conseguiu afastar um alto risco de rebaixamento.

"Um time novo, jogadores se conhecendo. O grupo é muito sério, assim como nossa comissão técnica. O Londrina tinha tudo para cair para a Série D, com todas essas indefinições de dezembro para cá. Mas, dentro de campo, a gente conseguiu dar a volta por cima e pontuar o necessário para brigar pela classificação", disse.

Alemão ainda aproveitou para cobrar um planejamento melhor, que evite apertos nas próximas temporadas e faça com que o LEC evolua. "O Londrina tem mais cinco anos de sobrevida. Espero que faça nos próximos cinco anos o que não foi feito em dez. Que é você ter uma sequência, pensar na frente. Hoje, se a SM não estivesse aqui, o Londrina não tinha uma bola para dar treino."

Para o treinador, é necessário concentrar investimentos na estrutura do clube para atender melhor às demais categorias. "O Londrina tem que comprar um terreno, fazer um CT. E, assim que acabar a parceria, caso não renove com a SM, caso não compre o CT da SM, ter um local para ir. O VGD tem que ser um espaço para que a base jogue, para que o feminino jogue, e que ele seja bem cuidado para isso. E que esse CT seja o começo de uma nova era."

Alemão ainda reclamou que o time tem recebido críticas injustas. "Os jogadores tem sido muito guerreiros, muito aplicados. E o resultado está acontecendo porque eles se dedicam para caramba. Às vezes a crítica é importante, ela faz parte da vida do atleta e do futebol. Mas que você tenha parâmetros. Que você saiba o que está falando, que você não critique por criticar, apenas para tumultuar o ambiente."

Segundo o treinador, as críticas excessivas atrapalham o time, mas também afetam questões administrativas.

"Eu não vou colocar a minha empresa em um time que está sendo mal falado. Eu não vou para o campo torcer pelo Londrina se a imprensa só fala mal. Então, se a gente não mudar nossa postura e trouxer o torcedor para o nosso lado, nós não vamos ter time, não vamos ter torcida, não vamos ter patrocinador", concluiu.

O Londrina tem mais seis partidas até o encerramento da primeira fase da Série C. O próximo jogo está marcado para domingo (1º), contra o Boa Esporte, fora de casa.

A Série C do Brasileirão é uma das atrações do DAZN. Faça o cadastro e tenha acesso gratuito à plataforma por um mês.



*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.
Tiago Bueno - estagiário*
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Confira!

Lei do ex: Rony lidera vitória do Palmeiras contra o Athletico-PR

28 NOV 2020 às 19h03
Saiba mais

Santos faz 2, cede empate e consegue a vitória diante do Sport

28 NOV 2020 às 18h58
Neste sábado

Após tropeçar, São Paulo vai em busca de reação contra o Bahia

28 NOV 2020 às 16h10
Brasileirão

Com mais novo titular no gol, Santos recebe o Sport

28 NOV 2020 às 15h40
Série A

Após surto de coronavírus, Palmeiras joga reforçado contra Athletico-PR

28 NOV 2020 às 15h26
Confira quem joga!

Londrina está escalado para receber o Tombense no Estádio do Café

28 NOV 2020 às 15h07
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados