21/11/19
34º/21ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Lucio Flávio
Lucio Flávio
20/11/2019 - 17:57
Imprimir Comunicar erro mais opções
Não é de hoje que o futebol de Londrina produz bons times de base e revela grandes jogadores. Seja com o Londrina, com o PSTC, com a Portuguesa. No entanto, o ano de 2019 tem sido especial para os times da cidade nas categorias menores.

LEC e Pstc estão polarizando as conquistas no Campeonato Paranaense. Depois de cinco anos, o Tubarão voltou a ser campeão do Estadual sub-19, ao vencer o Coritiba na final. Aliás, o Coxa também havia perdido para o Alviceleste em 2014. A diferença é que em 2014, o título foi comemorado no Couto Pereira e agora, no estádio do Café.

Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube - Londrina comemora o título do Paranaense sub-19 em cima do Coritiba
Londrina comemora o título do Paranaense sub-19 em cima do Coritiba


A conquista coroou a melhor campanha do LEC ao longo de toda a competição e o ótimo trabalho do técnico Silvinho Canuto. Nomes como Maltos, Luan, Danilo, Vitinho e Juan certamente estarão no elenco principal em 2020.

O Londrina está também na final do Paranaense sub-17 contra o Atlhetico. O primeiro jogo acontece sábado (23), no CT da SM Sports, e a volta será disputada em Curitiba. O time comandado pelo ex-centroavante Brandão eliminou o Paraná na semifinal.

PSTC bateu o Paraná Clube e comemorou o título do Estadual sub-15
PSTC bateu o Paraná Clube e comemorou o título do Estadual sub-15


Para fechar a trinca do futebol londrinense, o Pstc mostrou mais uma vez o seu ótimo trabalho de formação e garantiu o título do Estadual sub-15. De volta a elite do futebol paranaense na próxima temporada com o time principal, o Pstc venceu, nos pênaltis, o Paraná Clube na decisão. O Pstc é dirigido pelo técnico Cambé, ex-lateral-direito do Londrina.
19/11/2019 - 11:08
Imprimir Comunicar erro mais opções


O Londrina fará as duas primeiras partidas do Campeonato Paranaense de 2020 no estádio do Café. A tabela foi divulgada na segunda-feira (18) pela FPF. A competição começa no dia 18 de janeiro e vai até 26 de abril.

O Londrina estreia no dia 19 de janeiro, domingo, às 16h, no estádio do Café, contra o PSTC, campeão da Divisão de Acesso nesta temporada. O segundo jogo também será em casa: quarta-feira (22), às 20h, contra o Cianorte. A abertura da competição será no dia 18 de janeiro (sábado), com o jogo entre União e Athletico, no estádio Anilado, em Francisco Beltrão.

Confira os jogos do LEC no Paranaense:

1ª rodada - 19/01 - Domingo - 16h - Londrina x PSTC - Estádio do Café
2ª rodada - 22/01 - Quarta-feira - 20h - Londrina x Cianorte - Estádio do Café
3ª rodada - 25/01 - Sábado - 16h - Athletico x Londrina - Arena da Baixada
4ª rodada - 29/01 - Quarta-feira - 20h - Toledo x Londrina - Estádio 14 de Dezembro
5ª rodada - 02/02 - Domingo - 16h - Londrina x Coritiba - Estádio do Café
6ª rodada - 09/02 - Domingo - 16h - Londrina x Cascavel CR - Estádio do Café
7ª rodada - 16/02 - Domingo - 16h - União x Londrina - Estádio Anilado
8ª rodada - 22/02 - Sábado - 16h - Londrina x Rio Branco - Estádio do Café
9ª rodada - 1º/03 - Domingo - 16h - Paraná x Londrina - Vila Capanema
10ª rodada - 08/03 - Domingo - 16h - FC Cascavel x Londrina - Estádio Olímpico
11ª rodada - 15/03 - Domingo - 16h - Londrina x Operário - Estádio do Café



Como foi quarto colocado em 2019, o Londrina fará seis partidas como mandante e cinco fora de casa. O Paranaense terá uma fórmula diferente no ano que vem e, na primeira fase, os times jogam em turno único e os oitos primeiros se classificam.

Os dois piores da fase classificatória serão rebaixados para a Divisão de Acesso. A partir da segunda fase jogos de ida e volta até conhecermos os finalistas.
16/11/2019 - 22:39
Imprimir Comunicar erro mais opções
Dos últimos jogos, o contra o Botafogo neste sábado (16), no estádio do Café, foi o melhor. O problema que o bom do Londrina ainda é muito pouco. O empate em 1 a 1 tem gosto amargo de derrota e deixa o time em uma situação cada vez mais irreversível.

Não faltou tentativa por parte do LEC em ganhar o jogo. Começando por Silvinho Canuto, que escalou o time com quatro atacantes desde o início da partida. O time chutou, cruzou, acertou bola na trave, exigiu defesas do goleiro Darley, mas novamente faltou qualidade, uma marca registrada do Tubarão ao longo da série B.

Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube


Sem nenhum aspiração no campeonato, o Botafogo fez muito esforço para não ganhar a partida. Mesmo assim, o Londrina não teve forças. E o time de Ribeirão Preto não pode deixar de fazer o seu gol, através do centroavante Henan, após novo erro defensivo do Alviceleste. Desta vez, os dois zagueiros - Dirceu e Léo Rigo - falharam no mesmo lance.

O LEC abafou em muitos momentos, mas errou passes em demasia e não conseguiu criar um lance coletivo cristalino para fazer o gol. Só chegou ao empate aos 33 minutos do segundo tempo, através de Paulinho Moccelin, que fez de cabeça.

O time teve mais 18 minutos para buscar o tento da vitória - o jogo acabou aos 51 -, mas sabe aquele ditado que sempre dá para cavar um pouquinho mais no fundo do poço. Pois é, a fase do Londrina é realmente ingrata.



O técnico Silvinho Canuto colocou em campo o garoto Vitinho, revelação da base, como sua última substituição e na primeira jogada do garoto ele sofreu uma lesão grave no joelho e teve que sair. Como consequência, o LEC teve que jogar o fim da partida com um a menos. Faltou força e organização para buscar a virada.

São seis jogos sem vencer e sete sem saber o que é ganhar no Café. Faltando apenas duas rodadas para o fim, a missão do LEC é torcer contra os rivais - Oeste e Figueirense - e encontrar um jeito de fazer seis pontos. Mas o milagre para escapar da queda é cada vez mais improvável.

12/11/2019 - 22:11
Imprimir Comunicar erro mais opções
Era uma questão de tempo. E finalmente a zona do rebaixamento chegou para o Londrina. E ela vem em um momento que o time não mostra nenhuma força para reagir faltando três rodadas para o fim da série B.

A sorte e os deuses do futebol se cansaram do LEC porque todo mundo tem o seu limite. E limitações é o que mais este time tem. Limite técnico, tático, físico e mental. Nada e ninguém ajuda uma equipe que perde 20 jogos em 35 rodadas.

O Alviceleste em nenhum momento do jogo contra o Criciúma mostrou alguma força para ganhar a partida. A única finalização do time no gol foi aos 42 minutos do segundo tempo, após um escanteio Silvio desperdiçou a chance na pequena área quando o placar já apontava 2 a 0 para os catarinenses.

Caio Marcelo / Criciúma EC
Caio Marcelo / Criciúma EC


O LEC conseguiu perder para um time que não vencia há nove rodadas e só tinha ganho seis partidas em 34 rodadas. O Criciúma, assim como o Londrina, é muito limitado e não terá milagre que o salvará da série C. Os dois devem morrer abraçados.

Sem nenhuma força ofensiva, o Londrina mostrou também os mesmos erros defensivos. Em cima de Dirceu, aos 10 minutos, Léo Gamalho abriu o placar. E aos 35 do segundo tempo, o outro atacante catarinense, Andrew, que não havia feito nenhum gol no Brasileiro, fechou a conta, ao aproveitar uma zaga totalmente aberta e mal posicionada.

O desânimo do Londrina no fim do jogo é o retrato de um time que foi desmoronando ao longo da competição e que chega no seu pior nível justamente quando a competição se define. A consequência deste cenário é uma inevitável queda que vem se materializando há bastante tempo.
11/11/2019 - 16:22
Imprimir Comunicar erro mais opções
Ao longo da sua história o Londrina teve vários treinadores que foram jogadores do clube. Os últimos exemplos foram Roberto Fonseca e Alemão. Agora é a vez de Silvinho Canuto assumir o time profissional com a missão de evitar a queda do Tubarão na série B do Campeonato Brasileiro.

Aos 42 anos, Silvinho construiu uma carreira vitoriosa como jogador, com passagens por grandes clubes brasileiros e também fora do país. Meia clássico e de muita habilidade, Silvinho foi formado nas categorias de base do LEC e chegou ao profissional em 1995.

Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube


Um ano depois foi vendido ao XV de Piracicaba. Depois atuou por três anos no Guarani, Athletico Paranaense, Internacional, Vitória e Chapecoense. No Japão, é ídolo até hoje. Jogou por quatro anos no Vegalta Sendai e mais dois no Albirex Niigata. Defendeu ainda na terra do sol nascente o Yokohama FC. É recepcionado por torcedores no aeroporto até hoje quando visita o país.

Voltou ao Londrina em 2009 para a disputa do Brasileiro da série D e depois ainda em 2011, quando foi campeão da Divisão de Acesso pelo Alviceleste. No ano seguinte encerrou a carreira no Tubarão.

Leia também
Silvinho segue os passos de Alemão, mas terá tarefa árdua no LEC

LEC oferece prêmio por permanência na série B


A trajetória de treinador começou dois anos depois dirigindo o time sub-19 do Londrina. Canuto retornou a clube do coração em 2018 para comandar a equipe sub-17. Em 2019, passou a dirigir o time sub-19 e faz grande campanha na temporada, com 23 vitórias, quatro empates e somente duas derrotas.

O time teve ótima participação na Copa São Paulo, sendo eliminado, nos pênaltis, pelo Fluminense na segunda fase. Foram duas vitórias e dois empates na Copinha.

O time sub-19 do Londrina é finalista do Campeonato Paranaense da categoria. O LEC saiu na frente na briga pelo título ao vencer o Coxa por 2 a 0, no último sábado (9), no Couto Pereira. A partida de volta acontece no domingo (17), às 10h, no estádio do Café.

Irmão do presidente Claudio Canuto, Silvinho estreia no comando do Tubarão nesta terça-feira (12) no jogo contra o Criciúma, em Santa Catarina. O treinador irá comandar o time nas quatro rodadas finais da série B e deve ser o comandante também no Paranaense de 2020. O Londrina é o 16º colocado na série B, com 35 pontos.
Lucio Flávio
 
Formado em Comunicação Social/Jornalismo. Repórter da Rádio Paiquerê AM desde 1997 e da Folha de Londrina desde 2012. Participa de coberturas esportivas nacionais e internacionais



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE