Pesquisar

Canais

Serviços

Cesar Greco/Ag.Palmeiras
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Série A

Palmeiras busca virada contra o Sport e volta à vice-liderança do Brasileiro

26 out 2021 às 08:49
Continua depois da publicidade

Gustavo Scarpa foi novamente decisivo para o Palmeiras mesmo sem balançar as redes nesta segunda-feira (25), contra o Sport. Saíram dos pés do camisa 14 as duas batidas de escanteio que levaram o time alviverde à virada no Allianz Parque, onde os donos da casa venceram por 2 a 1 –Luiz Adriano e Felipe Melo fizeram os gols. Leandro Barcia havia aberto o placar.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Com o resultado, a formação dirigida pelo português Abel Ferreira voltou à vice-liderança do Campeonato Brasileiro, agora com 49 pontos, 10 a menos do que o líder Atlético-MG, no encerramento da 28ª rodada da competição nacional.


Na próxima rodada, o elenco comandado por Abel Ferreira terá um novo embate contra um time que está na luta contra o rebaixamento, no domingo (31), diante do Grêmio, o penúltimo colocado, em Porto Alegre.
Contra adversários que estão desesperados, às vezes, um vacilo pode tornar a partida difícil. O confronto desta segunda deu uma prova disso.


Bastou um único momento de desatenção para a equipe alviverde virar a primeira etapa perdendo. O Sport aproveitou um contra-ataque logo aos quatro minutos para abrir o placar, com Leandro Barcia –pouco depois, o atacante deixou o gramado com uma lesão, aos 17 minutos. Paulinho Moccelin o substituiu.

Continua depois da publicidade


Apesar de enfrentar um time que está na zona de rebaixamento, os palmeirenses tiveram dificuldade para buscar o empate, afinal a formação pernambucana têm a segunda melhor defesa do Nacional, agora com 24 gols sofridos, ao lado de Flamengo e Atlético-GO, só atrás do líder Atlético-MG, que levou 20.


O Palmeiras bem que tentou furar essa barreira. Na primeira etapa, foram 11 finalizações. Quando Maílson não conseguia defender, sempre aparecia um defensor do Sport para evitar o gol de empate. Rony, Dudu e Luiz Adriano tiveram as melhores oportunidades alviverdes.


Enquanto isso, os visitantes mal conseguiam cruzar a linha do meio de campo depois de surpreender nos minutos iniciais. A ampla posse de bola dos mandantes (62% a 38%), boa parte no campo de ataque, além do número de escanteios (11 a 0) foram alguns dos reflexos da pressão palmeirense, de acordo com dados estatísticos apresentados pelo Google.


Depois do intervalo, enfim, a presença ofensiva foi convertida em gol. Scarpa cruzou, a bola bateu em Luiz Adriano e entrou, aos sete minutos. Na comemoração, o atacante, que não teve seu nome gritado pela torcida momentos antes da partida, festejou com um gesto pedindo silêncio, sendo contido pelos companheiros pouco depois.


O Palmeiras seguiu pressionando depois de empatar e foi compensado só aos 37 minutos, quando Scarpa novamente cruzou a bola na área, Willian desviou para trás e Felipe Melo apareceu para fazer de cabeça. O Sport não teve poder de reação.


Estádio: Allianz Parque, em São Paulo
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Michael Correia e Luiz Claudio Regazone (RJ)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Gols: Leandro Barcia, aos 3min (SPO) do 1º tempo; Luiz Adriano, aos 7min, e Felipe Melo, aos 35min, do 2º (PAL)
Cartões Amarelos: Moccelin, Wellison, Marcão, Sabino (SPO); Gómez (PAL)


PALMEIRAS


Weverton; Marcos Rocha, Gómez, Luan e Piquerez; Felipe Melo, Danilo e Raphael Veiga (Patrick de Paula); Dudu (Danilo Barbosa), Luiz Adriano (Deyverson) e Rony (Willian). T.: Abel Ferreira


SPORT


Mailson; Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino e Chico; Marcão, Zé Welison, Marcão Silva, Gustavo Oliveira e Juba; Leandro Barcia (Paulo Moccelin) e Mikael. T.: Gustavo Florentín


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo