Pesquisar

Canais

Serviços

Brasileirão

Palmeiras goleia e retoma liderança

Agência Estado
29 out 2009 às 23:03
- Ricardo Saibun/AE
Publicidade
Publicidade

Fim da agonia. Após quatro tropeços, o Palmeiras voltou a ganhar dentro do Campeonato Brasileiro. Com três gols de Obina e bom futebol, a equipe, de uniforme azul, goleou o Goiás dentro do Palestra Itália por 4 a 0. O resultado deixou o clube novamente na liderança, com 57 pontos, dois pontos a mais do que o vice-líder São Paulo.

A vitória deu um novo ânimo para o Palmeiras, que terá neste domingo clássico diante do Corinthians em Presidente Prudente. Para restabelecer os ânimos, o clube passou três dias concentrados em Atibaia antes de enfrentar o Goiás.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Outro bom resultado para o Palmeiras foi a derrota do Atlético-MG para o Fluminense no Maracanã por 2 a 1. O time de Minas Gerais é o terceiro na tabela, com 53 pontos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Série B

Santos troca uma aposta por outra e busca soluções para o ataque

Imagem de destaque
Julio Casares

Presidente do São Paulo banca manutenção de Carpini

Imagem de destaque
Contra o Palestino

Pintura e estrela de estreante garantem ao Flamengo vitória na Libertadores

Imagem de destaque
Em casa

São Paulo sofre, mas marca dois no fim e vence Cobresal na Libertadores


Neta quinta-feira, o técnico Muricy Ramalho colocou o Palmeiras no esquema 3-5-2, com o objetivo de dar mais liberdade para as descidas de Figueroa e Armero. "Com três zagueiros, os laterais têm de ficar livre mesmo", explicou o treinador. Além da tática, o alviverde apresentou uma postura diferente, com mais pegada e disposição.

Publicidade


O Palmeiras encontrou liberdade para chutar de fora da área no primeiro tempo, coisa que não aconteceu nos último jogos. Aos 9 minutos, o clube criou sua primeira grande chance: Obina fez jogada pela direita e tocou para Ortigoza dentro da área. O paraguaio recebeu, mas demorou para finalizar e acabou desarmado por Amaral.


Apesar de atuar com três zagueiros, o Palmeiras também deu liberdade para o Goiás. As melhores jogadas do clube esmeraldino surgiram com o veterano Iarley. Léo Lima também teve espaço enquanto Edmílson esteve em campo - o volante palmeirense deixou o gramado aos 32 minutos por causa de uma lesão. Acabou substituído por Sandro Silva.

Publicidade


Diego Souza também teve uma boa participação. Após Armero ser derrubado próximo à área, aos 34 minutos, o meia cobrou falta com maestria, mas acertou a junção da trave direita de Harlei, que estava completamente batido. O placar do primeiro tempo no Palestra Itália acabou empatado sem gols por questão de centímetros.


NOITE DE OBINA
O placar só foi aberto no começo do segundo tempo. Logo aos quatro minutos, o volante Souza fez uma bela jogada ao ganhar duas divididas no meio-campo. Ele tocou para Obina, que saiu na cara de Harlei. O camisa 28 soltou a bomba e voltou a marcar um gol pelo Palmeiras desde 22 de agosto.

Publicidade


O ataque do Palmeiras, aliás, estava inspirado. Aos 29 minutos, Ortigoza dividiu com Rafael Toloi e sofreu pênalti. Obina foi para a cobrança e guardou a bola no canto direito de Harlei: 2 a 0. Pelo Palestra Itália, um único grito foi ouvido: "Obina é melhor que Eto'o..."


Rafael Toloi ainda foi expulso aos 35 minutos do segundo tempo e o Palmeiras, assim, pôde encontrar o caminho de mais um gol. Com passe sensacional de Obina, o meia Deyvid Sacconi recebeu dentro da área e bateu cruzado para tirar de Harlei 3 a 0.

A festa ainda foi maior. Aos 41 minutos, Obina saiu novamente na cara do gol e tirou de Harlei para marcar seu terceiro na partida e fechar o placar em 4 a 0. Literalmente foi uma noite de "festa no chiqueiro". "É uma noite para comemorar. Nosso grupo está fechado e vamos lutar pelo título", disse o camisa 28 ao deixar o gramado.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade