02/03/21
PUBLICIDADE
27% de pratas da casa

Palmeiras vai à final da Libertadores com menos contratações e mais jogadores de base

Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Dos 29 jogadores que defenderam o Palmeiras na atual edição da Libertadores, 8 foram formados nas categorias de base do clube. É a maior proporção (27%) de pratas da casa no elenco alviverde em uma disputa da competição continental desde o início da parceria com a patrocinadora Crefisa, em 2015.

O time disputa a decisão do torneio no próximo sábado (30), diante do Santos, em jogo único no Maracanã, às 17h.

Gabriel Menino, 20, e Danilo, 19, têm sido titulares da equipe de Abel Ferreira, enquanto Gabriel Veron, 18, e Patrick de Paula, 21, alternam entre os 11 iniciais e o banco, muito em decorrência de lesões.

Os números refletem a principal mudança de filosofia de trabalho implementada pela diretoria alviverde, sob o comando do presidente Mauricio Galiotte, a partir da temporada 2020.

A demissão do executivo de futebol Alexandre Mattos, substituído por Anderson Barros, foi o primeiro ajuste de rota, em dezembro de 2019.

Mattos teve uma gestão marcada pela liberdade de buscar no mercado os atletas que julgasse necessários para o elenco. Em quatro temporadas, o ex-diretor participou da contratação de oito técnicos e mais de 60 jogadores, grande parte bancada com o dinheiro vindo da patrocinadora. Já Barros assumiu incumbido de priorizar a base.

Em 2019, o Palmeiras teve a segunda maior receita entre os times da Série A: R$ 671 milhões (em valores corrigidos) arrecadados, só atrás do Flamengo, com R$ 889 milhões, segundo análise publicada pelo Itaú BBA. A própria Crefisa gostava do estilo do ex-dirigente alviverde. "Confio tanto no Alexandre Mattos que, se ele sair, vou rever o investimento que faço no aporte para contratações", disse Leila Pereira, conselheira do clube e presidente da empresa, em 2017.

Durante a gestão dele, foram três títulos conquistados, os brasileiros de 2016 e 2018 e a Copa do Brasil de 2015. Faltou, porém, o maior dos objetivos do time e da patrocinadora: ser campeão da Libertadores.

Chegar às semifinais do torneio, em 2018, ano em que o clube teve somente dois jogadores da base entre os 28 que entraram em campo, foi o melhor resultado palmeirense no torneio continental com Mattos na direção.

Além disso, o período com gastos elevados no departamento de futebol ampliou a dívida do clube, uma das razões pelas quais houve a mudança na gestão. Segundo relatório do Itaú BBA, de 2018 para 2019 a dívida total do Palmeiras subiu de R$ 440 milhões para R$ 530 milhões.

Parte desse valor é devido à Crefisa, em um débito originado após a Receita Federal determinar em 2018 mudança no modelo de parceria entre as partes. Até então, além do patrocínio, a empresa fazia aportes extras para levar reforços ao clube, e esses valores não necessariamente eram devolvidos. A revisão da Receita fez com que as transações fossem consideradas empréstimos que o Palmeiras passou a ter de quitar.

A divida inesperada irritou parte da torcida, sobretudo por contratações como a do atacante Carlos Eduardo, que chegou ao clube em 2018 por R$ 25 milhões. Em campo, ele não deu o retorno desejado.

Por isso Galiotte determinou que em 2020 o Palmeiras teria de ser mais criterioso na busca por reforços e passar a colher os frutos dos investimentos que fez na formação de jovens.

Segundo o gerente das categorias de base, João Paulo Sampaio, nos últimos anos foram gastos R$ 90 milhões no setor. Os garotos conquistaram uma série de títulos, como o tetracampeonato paulista sub-20 (2017, 2018, 2019 e 2020), a taça do brasileiro da categoria, em 2018, além da Copa do Brasil de 2019.

Sampaio afirma que atletas revelados e que acabaram negociados pelo clube antes de terem uma oportunidade no profissional renderam aos cofres palmeirenses R$ 284 milhões nos últimos três anos.

"Não é todo ano que tem de subir atletas em grande quantidade. Alguns ainda vão passar mais tempo na base. Mas esse [aproveitamento maior] é um caminho sem volta", diz o gerente.

Vanderlei Luxemburgo foi o primeiro técnico contratado sob a nova filosofia palmeirense. Com ele, o time conquistou o Campeonato Paulista de 2020, ao vencer o Corinthians na final, decidida nos pênaltis. Coube a Patrick de Paula converter a cobrança decisiva.

Com a demissão do treinador, em outubro, quando ele não resistiu à pressão pelas atuações irregulares da equipe sob seu comando, o Palmeiras traçou como meta buscar um técnico com conhecimento para trabalhar com jovens promessas.

"Investimos nas categorias de base e muitos garotos já estão na equipe profissional, então definimos uma filosofia de jogo, fizemos contratações pontuais, pesquisamos detalhadamente o mercado e contratamos o técnico Abel Ferreira para implementar esse novo conceito", disse Galiotte, após a chegada dele.

Em seu processo para se tornar treinador, o português trabalhou na base do Sporting, um dos clubes de Portugal com mais tradição em revelar jogadores. Lá, ele ajudou a formar o inglês Eric Dier, atualmente no Tottenham e um dos representantes da Inglaterra na Copa do Mundo de 2018.

Entre as pratas da casa do Palmeiras que têm trabalhado com Abel, o volante e lateral direito Gabriel Menino tem sido um dos destaques na Libertadores. Ele é o quarto jogador do elenco com mais tempo em campo, segundo o site oGol, com 904 minutos jogados, atrás de Weverton, com 1.080, e de Viña e Gustavo Gómez, ambos com 953.

O camisa 25 também é o quarto colocado no ranking de artilharia do time alviverde no torneio continental, com três gols, ao lado do atacante Gabriel Veron. Wesley (contundido), 21, Danilo e Patrick também marcaram na competição, cada um com um gol.

"Há uma mescla muito bem feita de jovens com experientes. É uma visão que tenho para o futuro. Não [vem] de agora quando cheguei, vem de antes, então vamos seguir esse trabalho", decretou Abel.
Luciano Trindade - Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Veja os jogos!

Sorteio define confrontos da 1ª fase da Copa do Brasil

02 MAR 2021 às 17h04
Juninho Manella

Youtuber londrinense não jogará pelo São Bento no Campeonato Paulista

02 MAR 2021 às 14h47
Entenda

Depois de sete anos seguidos, Londrina EC fica fora da Copa do Brasil

02 MAR 2021 às 12h37
Veja o vídeo!

Neymar se revolta com Lumena após BBB criticar jogadores de futebol

02 MAR 2021 às 11h00
Após decreto municipal

Londrina EC reembolsa compradores dos ingressos de partida contra Maringá FC

02 MAR 2021 às 10h45
Veja os lances!

Em pior fase com Mancini, Corinthians empata na estreia do Paulista

01 MAR 2021 às 15h00
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados