Pesquisar

Canais

Serviços

Será?

Para Lugano, Argentina tem melhor ataque do mundo

Agência Estado
09 out 2012 às 16:28
- Reprodução
Publicidade
Publicidade

Diego Lugano agora é um zagueiro praticamente exclusivo da seleção do Uruguai. Capitão da equipe campeã da Copa América, ele não fez nenhuma partida pelo Paris Saint-Germain na temporada. Sem atuar há um mês, nesta sexta-feira o defensor volta a campo para pegar aquele que ele considera o melhor ataque do mundo: da Argentina.

Para o ex-zagueiro do São Paulo, porém, isso não significa que o Uruguai jogará na defesa, fora de casa, em jogo da última rodada do primeiro turno das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2014. "Evidentemente que o Uruguai tem armas para confrontar a Argentina. Se eles têm o melhor ataque do mundo, com Messi, o Uruguai deve ter o segundo ou terceiro, com Suárez e Forlán", comentou Lugano.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Na avaliação do defensor, o jogo em Mendoza deverá ser "uma partida em primeiro nível mundial". "Nosso jogo parte mais da agressividade física. Isso acho que perdemos nos últimos jogos, contra Colômbia e Equador. Nesta partida temos que voltar a ter a pressão física e tratar de neutralizar os jogadores da Argentina", avaliou.

Leia mais:

Imagem de destaque
3 a 0

Brasil derrota Japão nos pênaltis para garantir 3º lugar na SheBelieves

Imagem de destaque
Na quinta

Palmeiras poupará titulares na Libertadores para 'equilibrar elenco'

Imagem de destaque
Entenda

Flamengo: Gerson assume liderança fora do campo enquanto tenta antecipar volta

Imagem de destaque
Lateral-esquerdo

Santos prepara renovação de Felipe Jonatan de olho em venda futura


Do lado argentino, um desfalque importante. Lavezzi, estrela do mesmo PSG de Lugano, está com um problema muscular na perna esquerda e não vai pegar nem o Uruguai nem a Bolívia, segunda, também pelas Eliminatórias.

Sem ele, o técnico Alejandro Sabella escalou o ataque argentino no treino desta terça-feira pela manhã com Martínez, Agüero e Higuaín. Messi, que chegou mais tarde que os demais, ficou fazendo trabalho regenerativo. Ele vai ocupar o lugar do corintiano no time.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade