Pesquisar

Canais

Serviços

Punido...

Ronaldinho é suspenso pelo STJD e não pega o Inter

Agência Estado
09 out 2012 às 20:22
Publicidade
Publicidade

No jogo entre Atlético-MG e Grêmio, dia 23 de setembro, em Belo Horizonte, Ronaldinho Gaúcho ergueu demais o pé numa dividida com Kléber. O árbitro Heber Roberto Lopes, perto do lance, apenas pediu calma ao atleticano, mas considerou que sequer falta houve. Mas o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) tem ideia diferente.

Nesta terça-feira, a Segunda Comissão Disciplinar do STJD julgou Ronaldinho Gaúcho com base em um vídeo do jogo e decidiu punir o meia do Atlético-MG com uma partida de suspensão - todos os votos foram favoráveis à punição. Com isso, ele não pode pegar o Inter, nesta quarta-feira, em Porto Alegre, para onde já viajou com o elenco atleticano.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O julgamento ainda poderia ter sido pior para Ronaldinho, que inicialmente havia sido denunciado por agressão. Ele acabou punido por "jogada violenta". Assim, só deverá voltar ao time domingo, contra o Sport, no Independência. Isso se o Atlético não conseguir um efeito suspensivo até antes do jogo contra o Inter.

Leia mais:

Imagem de destaque
Emprestados há alguns meses

Daniel Alves devolveu R$ 817 mil a Neymar, afirma advogada nesta quarta

Imagem de destaque

Palmeiras perde Allianz em três jogos do Brasileirão por shows; veja datas

Imagem de destaque
Entenda

Corinthians encorpa elenco e ganha opções para estreia no Brasileiro

Imagem de destaque
Preparação

Santos reavalia elenco e planeja saídas antes de contratações para Série B


"Entendemos que não houve jogada violenta. Ele sequer suja a camisa do atleta do Grêmio. Ninguém do Grêmio reclamou, o jogo continuou normalmente. Não houve violência alguma. O árbitro interpretou que não foi caso de falta ou de cartão amarelo, muito menos de expulsão", reclamou o advogado João Avelar, do Atlético.


O técnico Cuca também foi julgado nesta terça-feira pelo SJTD. O treinador foi expulso deste mesmo jogo, mas acabou inocentado, uma vez que na súmula consta apenas que ele gesticulou excessivamente e reclamou da não marcação de duas faltas.

Heber Roberto Lopes também poderia ter sido punido, por não ter marcado nada no lance da suposta "jogada violenta" de Ronaldinho Gaúcho contra Kléber. Mas o árbitro acabou inocentado.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade