Pesquisar

Canais

Serviços

Eliminatórias

Seleção coleciona marcas negativas antes de pegar Argentina de Messi

Lucas Musetti Perazolli - UOL/Folhapress
20 nov 2023 às 11:09
- Rodrigo Ferreira/CBF
Publicidade
Publicidade

O técnico Fernando Diniz acumula marcas negativas na seleção brasileira antes de enfrentar a Argentina, terça-feira (21), no Maracanã, pela sexta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

O Brasil de Diniz tem duas vitórias, um empate e duas derrotas em cinco jogos: um aproveitamento de apenas 46,6% que deixa o time na quinta colocação das Eliminatórias, atrás de Colômbia, Venezuela, Uruguai e Argentina. 

Leia mais:

Imagem de destaque
CONDENADO POR ESTUPRO

Preso, Daniel Alves pode receber quase R$ 50 milhões do governo espanhol

Imagem de destaque
Preparação antecipada

O que Tite está fazendo no Flamengo pensando nos desfalques da Data FIFA

Imagem de destaque
"Eu vim para tentar ajudar"

Rincón fala sobre reconstrução e diz que quer jogar Libertadores no Santos

Imagem de destaque
Após sequência de jogos

Corinthians tem 1ª semana livre com António Oliveira


Como se não bastassem os maus resultados, Fernando Diniz vê a seleção alcançar marcas históricas (mas negativas). O Brasil nunca havia perdido dois jogos consecutivos nas Eliminatórias Sul-americanas antes de cair para Uruguai e Colômbia.

Publicidade


A seleção ainda foi derrotada pela Colômbia pela primeira vez no torneio sul-americano e viu dois tabus serem quebrados pelo Uruguai em Montevidéu.


O Brasil defendia invencibilidade de 37 jogos nas Eliminatórias antes de perder por 2 a 0 para o Uruguai. E a Celeste não derrotava o time canarinho há 22 anos. 

Publicidade


Fernando Diniz precisará fazer a seleção reagir para evitar outro recorde negativo: o Brasil que enfrenta a Argentina nunca perdeu em casa na competição classificatória do continente para a Copa do Mundo.


ARGENTINA TAMBÉM DERRAPA

Publicidade


Atual campeã do mundo, a Argentina não vive crise, mas acendeu sinal de alerta nas Eliminatórias.

Publicidade


Os "Hermanos" perderam por 2 a 0 para o Uruguai, em plena La Bombonera, na última quinta-feira.


Mesmo assim, a Argentina lidera a competição com 12 pontos: quatro vitórias e um empate.

Publicidade


Mordido após a derrota em casa, Messi enfrentará o Brasil no Maracanã, onde foi campeão da Copa América em 2021.


DESPEDIDA DE DINIZ

Publicidade


A partida entre Brasil e Argentina no Maracanã certamente marcará o último jogo do técnico Fernando Diniz pelas Eliminatórias.


Com contrato até junho de 2024, Diniz terá apenas amistosos e a Copa América pela frente após enfrentar a Argentina.


A CBF pretende contar com Carlo Ancelotti, atualmente no Real Madrid, no segundo semestre de 2024. O presidente Ednaldo Rodrigues garante ter um acerto. O italiano desconversa.


Imagem
Fragilizada e sem padrão, seleção acumula derrotas e vive pior ano em seis décadas
A derrota de virada diante da Colômbia, nesta quinta-feira (16), por 2 a 1, em partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, não apenas expôs as fragilidades da equipe
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade