Pesquisar

Canais

Serviços

Divulgação/SPFC
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
São Paulo

Titular com Crespo, Ex-LEC Léo se destaca em retorno e deixa dúvidas para Ceni

Brunno Carvalho - Folhapress
03 nov 2021 às 15:00
Continua depois da publicidade

A volta de Arboleda da seleção do Equador trouxe uma dúvida para Rogério Ceni. Com três zagueiros titulares à disposição, ele tinha que escolher apenas dois para o esquema 4-4-2 que vinha usando em sua volta ao São Paulo. Sobrou para Léo. O jogador de 25 anos ficou no banco contra o Red Bull Bragantino, que teve Miranda e Arboleda como titulares.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Para o duelo diante do Inter, Ceni decidiu voltar com o esquema com três zagueiros que foi muito utilizado na época de Hernán Crespo. Com o argentino, os mesmos três jogadores eram os titulares da defesa. Ao longo da temporada, Arboleda e Miranda chegaram a desfalcar o time por lesões, mas Léo resistiu. O único momento em que ele não esteve disponível -exceto por suspensão- foi por causa de um desconforto na coxa que o tirou do jogo contra o Ceará, em junho.


O trio de defesa deu sustentação para as subidas dos laterais no domingo. Reinaldo se destacou dando a assistência para o gol de Gabriel Sara. Atrás, Léo era o responsável por cobrir as costas do lateral-esquerdo. Na construção das jogadas, o zagueiro ainda ajudou com passes em profundidade, que quebravam as linhas defensivas do Internacional.


Em entrevista coletiva depois da partida, Rogério Ceni explicou a escalação de Léo dizendo que precisava aumentar a altura do time para conter a bola parada do Internacional. O zagueiro tem 1,83m.

Continua depois da publicidade


"O Léo vem treinando muito bem, me corta o coração deixá-lo fora. Eu não tenho Calleri na frente e tenho que jogar com o Rigoni, que não tem bola aérea. Eu precisava levantar um pouco a altura do time. Com a ausência do Calleri, eu precisava de um jogador na bola aérea e o Léo era a melhor opção que nós tínhamos na bola aérea", disse.


A boa atuação cria uma dúvida para Ceni para o duelo contra o Bahia, no próximo domingo (7). Léo é o segundo jogador do São Paulo com mais partidas na temporada: 50 jogos. Ele fica atrás apenas do goleiro Tiago Volpi, que entrou em campo 55 vezes.


Foi revelado no Fluminense e teve passagem pelo Londrina em 2016, quando foi eleito o melhor lateral-esquerdo da série B.


O São Paulo voltaria a treinar na tarde de terça (2), no CT da Barra Funda. A equipe fará cinco atividades antes da viagem para Salvador na tarde do sábado (6). O duelo contra o Bahia será às 18h15 (de Brasília).

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo