Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Fórmula 1

Acordo de Piquet com a Lotus em 1988 é revelado

Redação Bonde
11 jul 2013 às 15:00
- Reprodução
Publicidade
Publicidade

Após divulgar os acordos de Ayrton Senna com a Lotus em 1987, a Legacy Tobacco Documents Library (LTDL), arquivo digital de documentos da indústria tabagista criado pela Universidade da Califórnia, divulgou nesta quinta-feira (11) o contrato da equipe inglesa com Nelson Piquet, em 1988.

Após Senna se transferir para a McLaren, Piquet assinou com a Lotus em agosto de 1987 para ganhar um salário de US$ 5 milhões – US$ 3,5 milhões vindos da escuderia e US$ 1,5 da RJ Reynolds. Além disso, o brasileiro garantiu um 'código de conduta' que impedia que Satoru Nakajima, companheiro de equipe, terminasse uma corrida à sua frente do brasileiro.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Em um contrato de oito páginas, a Lotus fez seguro de vida para o brasileiro e, como Senna, a equipe impedia Piquet de praticar esportes de risco, como motociclismo ou esqui. Para 1989, o salário de Piquet aumentou para US$ 5,5 milhões.

Leia mais:

Imagem de destaque
Vivência do mountain bike

Alvo Bike terá palestra sobre alinhamento do corpo e da mente no ciclismo

Imagem de destaque
Não vai

Maratonista Daniel Nascimento cai no doping e está fora dos Jogos de Paris

Imagem de destaque
Contagem regressiva

Quando é a abertura das Olimpíadas de Paris 2024? Veja dia e horário

Imagem de destaque
Ingressos já estão à venda

Time londrinense de Futebol Americano faz sua primeira decisão inédita no Estádio do Café

Confira todo o contrato aqui


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade