Pesquisar

Canais

Serviços

Recorde

Tiro com arco encerra Pan com mais duas pratas

Redação Bonde com COB
06 nov 2023 às 10:23
- Alexandre Loureiro/COB
Publicidade
Publicidade

O Brasil encerrou a participação do tiro com arco no Pan 2023 com mais duas medalhas no domingo (5), no parque Peñalolen, em Santiago, capital chilena. Com prata na equipe mista e no arco recurvo feminino, além do bronze conquistado no sábado (4), o país acumulou o maior número de medalhas da modalidade na história da competição.


Ana Machado garantiu vaga na final ao eliminar a americana Casey Kaufhold, número dois do mundo, por 6 a 4. Na final, foi derrotada pela mexicana Alejandra Valencia por 7 a 1, e ficou com a prata, a primeira medalha brasileira no feminino em pan-americanos. “Meu primeiro Pan e foi muito incrível. Foi uma semana incrível e consegui fazer tudo o que me propus. Conseguimos a vaga para Paris, que era nosso principal objetivo, e ainda mais duas medalhas.”

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Marcus D’Almeida deixou Santiago com duas medalhas numa mesma edição, a primeira vez que obteve o feito. “Foi duro. Todo mundo veio com o time A para o campeonato de tiro com arco daqui porque vale vaga olímpica, é um campeonato muito importante. Todo mundo que não tinha vaga olímpica priorizou isso no calendário, o que não era o meu caso. Então, eu sabia que poderia acontecer algumas coisas e não sair daqui com o ouro, mas fico feliz em sair com duas medalhas. Todo o Pan eu saio com uma medalha, hoje estou saindo com duas.”

Leia mais:

Imagem de destaque

Morre Wilsinho Fittipaldi, ícone do automobilismo brasileiro, aos 80 anos

Imagem de destaque
No Autódromo Ayrton Senna

Campeonato Paranaense Race Challenge 2024 começa nesta sexta em Londrina

Imagem de destaque
De 3 a 7 de abril

Londrina Futsal Feminino irá disputar a Supercopa de Futsal

Imagem de destaque
Será?

Prost fala sobre Senna e diz que era subestimado: 'Em corridas, eu era mais rápido'


Além de bater o recorde de medalhas em uma edição do Pan, o Brasil ainda garantiu a vaga olímpica para o feminino (o masculino já estava classificado), assegurando, portanto, presença nas provas individuais e mistas de Paris 2024. Vale ressaltar que as vagas no tiro com arco não são nominais e os representantes serão definidos pelos critérios estabelecidos pela Confederação.


Imagem
Nos pênaltis, Brasil leva ouro no futebol masculino do Pan após 36 anos
Depois de 36 anos, o Brasil voltou a ganhar a medalha de ouro no futebol masculino nos Jogos Pan-americanos
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade