Pesquisar

Canais

Serviços

Anete Lusina/Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Anote já!

Nutricionista explica alimentos que devem ser consumidos no segundo dia de Enem

Redação Bonde com assessoria de imprensa
27 nov 2021 às 00:00
Continua depois da publicidade

Saiba como é possível obter energia e disposição antes das provas com alimentos balanceados

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Para milhões de pessoas, o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é o principal acontecimento do ano. Mais do que uma prova, o teste é a oportunidade da realização do sonho de cursar uma faculdade. E sempre que o corpo sabe que está prestes a enfrentar uma situação de pressão, é natural que responda por meio do sistema digestivo. Por isso, é comum que muitos se perguntem o que comer antes de uma prova concorrida e de longa duração.  


O primeiro passo para se sair bem é fazer uma alimentação balanceada durante a semana e no dia da prova. De acordo com a professora do curso de Nutrição da Unopar, Carla Jadão, recomenda-se selecionar muito bem os alimentos para evitar algum desconforto que atrapalhe o desempenho do candidato durante o Enem. Como a prova dura uma média de cinco horas, o ideal é tirar o dia anterior para atividades de lazer e alimentar-se bem. Aproveite bem o sábado.


Ela acrescenta ainda que, antes da prova, é preciso buscar uma refeição rica em proteínas, carboidratos complexos e minerais e respeitar os horários para se alimentar. “O ideal é que o candidato que optar por consumir refeições maiores faça esse consumo até 3 horas antes da prova. Caso você esteja com pouco tempo para realizar a refeição opte por lanches rápidos investindo no consumo de frutas, biscoitos que contenham fibras e barrinhas de cereal sem açúcar. Esses alimentos são fonte de energia e ajudam a dar mais disposição”, explica. 

Continua depois da publicidade


Jadão também destaca que a quantidade de alimentos a serem levados deve ser equilibrada e leve: “No momento da realização do exame que é extenso e requer muita atenção dos candidatos o recomendado para repor a energia e ajudar na concentração é consumir frutas, um mix de castanhas e até mesmo um sanduiche com vegetais e uma proteína como queijo branco ou ricota. O consumo desses alimentos deve ser feito a cada 1 hora. Além disso, o candidato deve consumir a cada 30 minutos mais ou menos 250 ml de água para manter a hidratação que auxilia no desempenho cognitivo”, destaca.


O que levar para a prova


Confira outras dicas de alimentos para levar durante os dias do exame:


• Durante a prova, o recomendável é levar água e fugir das gorduras e frituras, pois alimentos muito gordurosos retardam o esvaziamento gástrico e dão sono, prejudicando a leitura e interpretação;


• Sucos energizantes, como o de mamão com laranja, são uma boa pedida. Já o café é muito bom para deixar atento, mas causa dependência e pode ocasionar insônia, intolerância alimentar, hiperatividade, falta de concentração, entre outras coisas. O ideal é consumir 2 xícaras pequenas por dia;


• Outras opções interessantes e práticas são barras de cereais, frutas com casca ou já picadas – como banana e maçã que estejam em potes transparentes – e castanhas como a de caju;


• O clássico chocolate pode ser uma opção, mas priorize os mais amargos, com maior quantidade de cacau e menos açúcar que os tradicionais;


• Outra questão é a temperatura dos alimentos: o calor pode ser inimigo. Por isso, é importante evitar itens como iogurtes ou outras bebidas com leite;


• E por fim, o mais importante: não faça a prova de estômago vazio. 

Continue lendo