Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Lembranças

Bisteca na chapa

Chef Taico
14 set 2017 às 17:02
Continua depois da publicidade

Em tempos de terra nova, virgem, vigorosa, o capim crescia tão forte que estralava com o calor do sol.
Boiadas maduras, grandes chifres, couro liso e solto que chacoalhava enquanto os animais se deslocavam pastando pelas grandes invernadas de colonião.
Alimento abundante, carne macia, e muita gordura.
As rodovias fervilhavam, caminhões, camionetes e carros, de todos os lugares iam e vinham no frenesi pujante que acontecia pelo Paraná.
Os trajetos eram lentos e difíceis, o tempo passava e a fome apertava...
Restaurantes de "beira de estrada".
Aqui, a indicação de boa comida era o número de camioneiros que já estavam estacionados.
Andando pelo pátio de terra batida, o cheiro da farta gordura que derretia no fogo já nos fazia prever o cardápio;
A bisteca, corte do lombo do boi com o osso, muito bem escolhida, passada na serra fita na medida de um dedo, tendo de um lado o filé e do outro o contrafilé.
O alho é muito bem socado com sal até virar uma pasta. Este é o tempero que esfregado na carne passou a noite saborizando.
A grande chapa preta de ferro fundido está muito quente, fazendo a carne chiar, frigir e fumacear, enquanto grelha os belos cortes em "T".
Um hábil cozinheiro trabalha o corte, às vezes virando e outras apenas esfregando pela superfície para ganhar cor e sabor.
Na mesa, farofa, salada de tomate e cebola, arroz, e a carne fumegante.
Na minha boca, textura e muito sabor.
Na memória o gosto do prazer: Bisteca na chapa.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Clique aqui e confira a receita!


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade