Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Educação

Oito lições de liderança que podemos dar aos nossos filhos

Equipe Caput
26 ago 2016 às 09:58
Continua depois da publicidade

Temos discutido muito neste espaço temas relacionados à formação e desenvolvimento de lideranças. Mas o que talvez você ainda não tenha se dado conta é que muitas das qualidades e competências de grandes líderes podem ser aprendidas desde cedo. Pensando nisso, vem à cabeça a pergunta: "O que é possível ensinar aos nossos filhos sobre liderança?"

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Leia mais sobre o assunto Liderança no blog da Caput.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Não é raro as empresas enfrentarem grandes obstáculos na formação de líderes simplesmente porque alguns dos seus profissionais de grande potencial não foram devidamente instruídos quando ainda estavam sob a tutela dos pais deles. Muito do que fazem hoje, tanto de bom quanto de ruim, portanto, acaba sendo consequência daquilo que aprenderam lá na infância e adolescência.


Para evitar que, no futuro, seus filhos enfrentem problemas para liderar ou serem liderados, resolvemos destacar, neste post, alguns princípios básicos que todo pai e mãe devem seguir para desenvolver competências de liderança nos seus pequenos. Anote aí:


Seja o exemplo

Continua depois da publicidade


Você precisa ser um bom exemplo para o seu filho se quiser que eles escolham fazer as coisas certas ao longo da vida, afinal, os filhos tendem a repetir as atitudes dos pais. Quando crianças, eles podem até não saber o que significa ser um líder, mas por espelhamento vão reproduzir e internalizar o seu caráter e comportamento.


Ensine-os a se responsabilizarem


A responsabilização, neste contexto, tem a ver com o protagonismo, ou seja, deixar que os filhos respondam pelas consequências dos próprios atos, mesmo que isso às vezes doa em você. Se não aprenderem desde cedo, depois terão que aprender com a vida e, com certeza, será mais dolorido para eles.


O papel dos pais é de fornecer apoio e não dependência. Isso vale, inclusive para o momento de guardar brinquedos. Se o seu filho despejou tudo na sala, você até pode ajudá-lo a organizar as coisas, mas a responsabilidade de recolocá-los na caixa é dele.


Cuidado com a forma de dar feedback


Não repreenda demais, nem elogie muito. Você pode matar a iniciativa deles, no caso de uma repreensão exagerada, ou deixá-los confiantes e seguros demais, ao elogiá-los além da conta. E é claro, tome cuidado com a forma de comunicar suas percepções: o feedback precisa ser dirigido ao comportamento e não à pessoa.


Modere as recompensas


Dentro do mesmo raciocínio, não recompense seus filhos para cada coisa certa que fizerem. Eles precisam saber que, na vida, nem tudo garante um troféu. Se você os presenteia por cada conquista, quando adultos ficarão esperando por agrados, elogios ou prêmios sempre que concluírem com sucesso uma tarefa qualquer. E todos sabemos: esta não é a realidade do mundo corporativo.


Ensine-os a lidar com vitórias e fracassos


É importante que eles aprendam a vencer, mas também é necessário que vivam a dor das derrotas. Eles precisam saber cair e se levantar. Afinal, as decepções fazem parte da vida e do caminho para o sucesso. Se você poupá-los das frustrações da vida, amanhã eles terão inúmeras dificuldades para liderar, pois se tornarão adultos mimados.


Faça com que eles aprendam a esperar


As pessoas, principalmente os jovens de hoje, querem as coisas muito rápido. São ansiosas demais. Mas esta pressa por fazer acontecer prejudica a capacidade de planejamento e a valorização da disciplina. Quando falamos em esperar, estamos dizendo mais no sentido de "esperançar", saber dar um passo de cada vez até conseguir chegar aonde se almeja. Portanto, ensine os seus filhos a serem pacientes, pois esta é uma virtude fundamental para a liderança.


Ajude-o a desenvolver competências relacionais


Coloque seu filho para praticar esportes coletivos, fazer atividades com outras crianças. Evite deixá-lo exageradamente sozinho, só jogando videogame em casa, por exemplo. Conviver com outras pessoas fará com que ele aprenda a se relacionar socialmente, enfrentar e lidar com conflitos, negociar e se comunicar bem. Tudo aquilo que ele precisará utilizar quando se tornar um líder em qualquer tipo de empresa.


Não banque o super-herói


Mostre aos seus filhos que você é humano. Não esconda deles as coisas ruins que acontecem na sua vida. Eles precisam saber e entender que os pais também erram, se decepcionam, fracassam e nem sempre conseguem tudo o que querem. Se você passar a imagem de "pai perfeito" eles acharão que não existem frustrações na vida e se sentirão culpados cada vez que errarem.


Não temos a pretensão, com este post, de dar uma receita mágica e infalível de como os pais podem formar grandes líderes. Seguir à risca todas as dicas acima não garantirá, necessariamente, que seus filhos serão experts em liderança nas esferas pessoal, no trabalho ou na sociedade. Afinal, somos todos seres muito complexos. Mas, se você não trabalhar esses princípios e competências, a probabilidade de o seu filho chegar à idade adulta imaturo e inseguro para lidar com os próprios problemas será muito maior.

Vale a pena tentar colocar em prática, não é mesmo?


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade