Pesquisar

Canais

Serviços

- Vivian Honorato/N.Com
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Saiba mais

Diretoria de Bem-Estar Animal de Londrina passa a contar com nova veterinária

Redação Bonde com N.Com
18 mai 2022 às 18:59
Continua depois da publicidade

A partir desta quarta-feira (18), a Dbea (Diretoria de Bem-Estar Animal), da Sema (secretaria Municipal do Ambiente), passa a contar com o reforço de uma veterinária, contratada através do Teste Seletivo no 11/2022. Fernanda Maria de Oliveira Dias foi cedida pela SMS (secretaria Municipal de Saúde), e vai atuar na Sema por 12 meses - o contrato pode ser prorrogado uma vez, por igual período.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Entre outras atribuições, a profissional fará a fiscalização de casos graves de maus-tratos aos animais, para averiguar se há necessidade de apreensão. Além disso, Dias também vai atuar em visitas às pessoas em situação de acumulação de animais, como parte de uma equipe que também inclui um fiscal e uma psicóloga. Para essas situações, a prefeitura adota um protocolo que envolve, além da Sema, as secretarias municipais de Assistência Social, Saúde e do Idoso, por meio do qual os técnicos responsáveis visitam os cidadãos e avaliam o local onde os animais são mantidos.

Continua depois da publicidade


A veterinária ainda será responsável pelo atendimento inicial dos animais apreendidos que são mantidos pela Sema, e fará o encaminhamento para outros serviços veterinários, quando necessário.


Segundo a diretora de Bem-Estar Animal da Sema, Graziella Damante, a nova profissional reforça de maneira significativa o trabalho do órgão. “A atuação dela será extremamente importante, pois por ser uma profissional da área, ela tem o conhecimento necessário para avaliar tecnicamente os casos de maus-tratos”, disse.


Natural de Joaquim Távora (Norte Pioneiro), Dias contou que resolveu participar do teste seletivo da Prefeitura de Londrina porque desejava ampliar sua experiência profissional. “Por muito tempo, eu tive minha própria clínica veterinária, e agora pretendo aprender mais sobre a dinâmica do poder público e das ações de fiscalização. Minhas expectativas são ótimas, e espero contribuir para melhorar ainda mais o trabalho da Dbea”, pontuou.

Continua depois da publicidade


A profissional comentou que, em seu primeiro dia de trabalho, averiguou uma denúncia de maus-tratos, tendo constatado que o animal não havia sido agredido e prestado orientações ao tutor.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade