Pesquisar

Canais

Serviços

Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Saiba como

Música pode interferir no comportamento de cães e gatos

Ana Clara Marcondes - Estagiária*
18 out 2021 às 08:47
Continua depois da publicidade

É comprovado cientificamente que a música afeta as sensações humanas. Há aquelas que acalmam, as que agitam ou as que ajudam na concentração. O mesmo acontece com os pets. Cães e gatos podem mudar o comportamento de acordo com o estilo da música, a frequência e o volume.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


A música pode ser usada até para relaxar os pets, especialmente quando estão agitados ou quando o tutor sabe que vai acontecer algo que o pet não gosta. Por exemplo, queima de fogos, ou situações do dia a dia, como uma consulta no veterinário.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


O som interfere não apenas como os cães ouvem, mas também como se comunicam. Ao uivar, eles podem expressar diferentes sentimentos, mesmo que seja imperceptível para o ouvido humano.


Os gatos têm a audição ainda mais sensível, pois suas orelhas conseguem captar sons de qualquer direção, sem que seja preciso mover a cabeça.


Parecido com os seres humanos, músicas mais calmas, como as clássicas, ajudam a relaxar os pets. As músicas mais agitadas e com mais batidas deixam os cães e gatos mais ansiosos e agitados. (Com informações do Canal do Pet).

Continua depois da publicidade


*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Continue lendo