Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
20 mil novos casos

Com Londrina liderando casos e mortes, Saúde confirma mais 13 óbitos no estado

Redação Bonde com AEN-PR
25 jun 2024 às 16:07
- Jcomp no Freepik
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Regional de Saúde de Londrina segue liderando o número de casos e mortes pela dengue em todo o Paraná, com 64.208 diagnósticos confirmados e 86 mortes. Nesta terça-feira (25), a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) divulgou  o novo boletim epidemiológico semanal da doença. O estado registrou mais 20.678 notificações, 20.610 novos casos e 13 óbitos. 


Ao todo, desde o início deste período epidemiológico, em julho de 2023, o Paraná contabiliza 881.228 notificações, 526.503 casos e 473 mortes em decorrência da doença.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Os 13 novos óbitos ocorreram entre 14 de março e 31 de maio. São seis homens e sete mulheres com idades entre um dia de vida e 89 anos. As mortes foram registradas em Marechal Cândido Rondon (4), Cascavel (2), Cruzeiro do Oeste, Icaraíma, Mariluz, Umuarama, Sertanópolis, Nova Santa Rosa e Toledo.

Leia mais:

Imagem de destaque
Investigação

Atores interpretam médicos para vender produtos que prometem resultados milagrosos, diz Cremesp

Imagem de destaque
Uma em SC

Ministério da Saúde investiga quatro mortes suspeitas de febre oropouche

Imagem de destaque
Melhor resposta epidemiológica

De janeiro a junho, Lacen processa 13.298 amostras de vírus respiratórios

Imagem de destaque
Atenção

Opas faz alerta sobre possível transmissão do vírus oropouche da mãe para o bebê


O secretário estadual da Saúde, César Neves, faz um alerta sobre os cuidados com a doença mesmo durante o inverno. “A eliminação dos criadouros deve ser contínua, mesmo nos períodos mais frios e secos do ano. É muito importante a remoção de qualquer recipiente que possa acumular água, pois os ovos do Aedes aegypti podem permanecer viáveis no ambiente por mais de um ano, mesmo em condições climáticas desfavoráveis”, diz.

Publicidade


Após Londrina, a Regional de Saúde de Cascavel é a segunda com mais casos, com 62.045, e de Francisco Beltrão a terceira, com 60.150. Quanto aos óbitos, Cascavel registrou 74 e Francisco Beltrão 65.


As informações sobre chikungunya e zika, também transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, constam no mesmo documento. Neste período houve o registro de três novos casos de chikungunya, somando 172 confirmações e 1.812 notificações da doença no estado. Não há casos confirmados de zika vírus, mas o boletim registra 139 notificações no Paraná.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Uma em cada 21 mortes no mundo é causada por consumo de álcool, alerta OMS
O consumo de álcool é responsável por 2,6 milhões de mortes todos os anos no mundo – cerca de uma em cada 21 mortes no planeta (4,7%). Já o uso de drogas psicoativas responde por 600 mil mortes anualmente.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade