Pesquisar

Canais

Serviços

- Marcos Zanutto/Grupo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Voltou atrás

Após anunciar suspensão, Evangélico garante consultas pelo SUS

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
25 set 2019 às 17:03
Continua depois da publicidade

Após anunciar no início da tarde desta quarta-feira (25) que suspenderia o atendimento médico pelo SUS (Sistema Único de Saúde), o hospital Evangélico de Londrina voltou atrás e anunciou, por meio de uma nota, cerca de duas horas mais tarde, que não suspenderá o atendimento por esta modalidade.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Na nota encaminhada à imprensa, a unidade hospitalar alega que "devido ao início das tratativas com a Prefeitura de Londrina, e a possibilidade de negociar o pagamento do valor extrateto (que excede ao contrato) o Hospital Evangélico de Londrina não irá suspender a realização de primeiras consultas e cirurgias eletivas do SUS, prevista até o dia 31 de dezembro de 2019".

Continua depois da publicidade


Na mesma nota, o Evangélico afirmou que suspensão do atendimento seria devido ao "aumento de 20% no número de atendimentos SUS, colocando em risco a própria operação da instituição por falta de condições financeiras de manutenção".

A alegação era de que "a medida só foi tomada visando manter a qualidade e segurança do cuidado dos pacientes da urgência/emergência, bem como, daqueles que já se encontram em tratamento e acompanhamento no HE Londrina e Unidade Faria Lima".


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade