Pesquisar

Canais

Serviços

Nandhu Kumas/Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Pandemia

Boletim da Sesa confirma 12.690 novos casos e oito mortes pela Covid-19 no Paraná

Redação Bonde com assessoria de imprensa
12 jan 2022 às 18:25
Continua depois da publicidade

Nesta quarta-feira (12), mais 12.690 casos e oito óbitos em decorrência do coronavírus foram divulgados pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde). Os casos são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 1.648.717 casos confirmados e 40.703 óbitos pela doença.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Os casos confirmados divulgados nesta data são de janeiro (12.447) de 2022; dezembro (71), novembro (12), outubro (2), setembro (8), agosto (10), julho (9), junho (13), maio (12), abril (17), março (14) fevereiro (7) e janeiro (28) de 2021; e dezembro (10), novembro (11), outubro (3), setembro (6), agosto (4) julho (5) e junho (1) de 2020.


Entre os internados estão 55 pacientes com diagnóstico confirmado, todos em leitos SUS. Há outros 737 pacientes internados que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular.


Os óbitos divulgados são de janeiro (6) de 2022, novembro (1) e fevereiro (1) de 2021. No total são quatro mulheres e quatro homens, com idades que variam entre 36 e 83 anos. Os pacientes que morreram residiam em Curitiba (3), Ângulo (1), Maringá (1), Londrina (1), Foz do Iguaçu (1) e Arapongas (1).

Continua depois da publicidade

 

A Sesa está monitorando a situação epidemiológica do Paraná. Esse aumento repentino está diretamente ligado às festas de fim de ano, já que ouve maior circulação de pessoas em todo o Estado. A Sesa também registra 7.573 casos de não residentes no Estado – 224 pessoas morreram.

 

A Secretaria reforça que as medidas de prevenção como uso de máscaras, lavagem das mãos e uso do álcool em gel permanecem necessárias, juntamente com a continuidade da vacinação contra a Covid-19.

Continue lendo