Pesquisar

Canais

Serviços

R$3,89 por dia

Brasil é o que menos gasta com sistema de saúde nas Américas

- Reprodução
Redação Bonde com Saúde!Brasileiros
05 mar 2016 às 11:08
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

O SUS é digno de elogio, mas cortes crescentes indicam que o projeto se afasta cada vez mais de garantir o acesso universal à saúde. Além dos R$ 2,5 bilhões que perdeu esse ano e mais de R$ 10 bilhões previstos, um levantamento feito pela ONG Contas Abertas a pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM), mostra que o Brasil é o que menos gasta com sistema de saúde nas Américas.

Continua depois da publicidade

Dispendemos apenas R$ 3,89 por dia em saúde com cada cidadão. O gasto por ano soma US$ 570 –menos da metade da média de gasto nas Américas que, em 2013, foi de US$ 1.816 per capita.


Para o economista e secretário-geral da ONG Contas Abertas, Gil Castello Branco, o pouco gasto está relacionado à política de ajuste fiscal. "Em 2013 e 2014, o governo aprofundou o uso da política fiscal para tentar reativar a economia a qualquer custo. Isenções e benefícios fiscais foram concedidos sem os resultados esperados", diz.


"Assim, as receitas que já vinham diminuindo em decorrência da retração econômica, foram também afetadas pelos benefícios fiscais e isenções, o que fez murchar também as arrecadações dos estados e dos municípios."

O presidente do CFM, Carlos Vital, avalia que a carência financeira pode ainda ampliar os problemas enfrentados pela rede de hospitais federais, conveniados, filantrópicos e santas casas, que no ano passado sofreram com sucessivos atrasos e falta de pagamentos. "Por conta do subfinanciamento histórico e da má gestão, todo o sistema está comprometido. As autoridades precisam reconhecer a saúde pública como prioridade."


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade