Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Dia Mundial de Luta

Campanha publicitária contra tuberculose começa no sábado

Redação Bonde
21 mar 2007 às 18:25
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Ministério da Saúde lançou hoje (21) uma campanha publicitária contra a tuberculose. Os 300 mil cartazes e 1 milhão de folders começam a ser distribuídos no sábado (24), Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose.

A campanha vai ao ar no rádio também a partir de sábado, até o dia 30. Na televisão, começa um dia antes e segue até até 4 de abril.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Durante a cerimônia de lançamento, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, lembrou que houve avanços no combate à doença no país. "Cerca de 80% dos (315) municípios onde a prevalência da doença é maior já estão sendo cobertos por essa política", afirmou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Plásticas

Mulheres vítimas de violência serão priorizadas em cirurgias reparadoras feitas no SUS

Imagem de destaque
Saiba mais

Ultraprocessados são associados a doenças cardíacas em estudo

Imagem de destaque
Manutenção de hábitos saudáveis

Dias frios: alimentação deve manter legumes e frutas e dispensar ultraprocessados

Imagem de destaque
Desde 2022

Remédio mais caro do mundo não chegou ao SUS mesmo após incorporação


Segundo o ministério, aumentou também a cobertura de tratamento supervisionado no total de municípios que implantaram ações de controle da doença na rede do Sistema Único de Saúde (SUS). A cobertura, que em 2001 não passava de 7%, chegou a 70%, no ano passado. Outro dado destacado pelo ministro é que o número de pacientes que abandonam o tratamento caiu de 12% em 2001 para 6,9% em 2006.

Publicidade


"Esse tratamento dura seis e meses e é absolutamente fundamental que a pessoa o cumpra até o final. Caso isso não seja feito, a bactéria (que causa a tuberculose - bacilo de Koch) pode apresentar resistência à medicação e esse paciente entra na fase crônica, com maior risco de seqüelas e até de vida", afirmou.


Apesar dos avanços, Temporão enfatizou que ainda são registrados no Brasil 80 mil casos de tuberculose por ano, com cerca de 5 mil mortes.

Publicidade



A tuberculose ocorre como doença oportunista em 15% dos portadores de HIV. De acordo com Temporão, para reduzir esses casos é importante manter a integração dos programas de controle da aids e da tuberculose.


O coordenador do Programa de Combate à Tuberculose do Ministério da Saúde, Joseney Santos, afirmou que o desafio é identificar precocemente os doentes que eliminam os bacilos ao tossir. "A meta é identificar precocemente pelos menos 70% desses doentes e curar 85% deles", afirmou.

A tuberculose é transmitida pelo ar e pode atingir todos os órgãos do corpo, especialmente os pulmões. Os sintomas são tosse por mais de 21 dias, febre, suor noturno, dor no tórax e perda de peso. (ABr)


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade