Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Cincos meses de funcionamento

Central de Combate à Dengue de Apucarana é desativada

Reportagem Local - Folha de Londrina
12 jun 2024 às 15:02
- Divulgação - Prefeitura de Apucarana
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com quase 33 mil atendimentos realizados em cinco meses de funcionamento, a Central de Combate à Dengue, no Ginásio Lagoão, em Apucarana, foi desativada nesta quarta-feira (12). A estrutura médica foi criada pela prefeitura, por meio da AMS (Autarquia Municipal de Saúde), para atender os apucaranenses com sintomas da doença, começou a funcionar no dia 24 de janeiro e teve na terça-feira (11) o seu último dia de atendimento. Foram 32.598 pessoas atendidas até esta tarde.


O número de atendimentos no local que, no pico da epidemia da doença, foi de 450 a 600 pessoas ao dia, nas últimas semanas caiu para uma média de 60 pacientes/dia.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


“Diante dessa redução significativa de casos de dengue, será possível atender a demanda atual com os serviços que continuam sendo prestados nas Unidades Básicas de Saúde e, em especial, na UBS Bolivar Pavão, no Jardim América (primeiro local de referência no atendimento dos casos de dengue), bem como na Unidade de Pronto Atendimento (UPA)”, informa o secretário de Saúde, Emídio Bachiega, destacando que, caso seja necessário, a central poderá ser reativada.

Leia mais:

Imagem de destaque
Investigação

Atores interpretam médicos para vender produtos que prometem resultados milagrosos, diz Cremesp

Imagem de destaque
Uma em SC

Ministério da Saúde investiga quatro mortes suspeitas de febre oropouche

Imagem de destaque
Melhor resposta epidemiológica

De janeiro a junho, Lacen processa 13.298 amostras de vírus respiratórios

Imagem de destaque
Atenção

Opas faz alerta sobre possível transmissão do vírus oropouche da mãe para o bebê


Com capacidade de atender 500 pacientes por dia, a estrutura da Central de Combate é formada pela ala da recepção, seguida do setor de triagem e da sala de espera para consulta. Foram instalados seis consultórios médicos que têm em anexo a sala de soroterapia com trinta cadeiras apropriadas para tratar os pacientes com hidratação venosa (soro na veia), e espaços para a coleta de hemograma e entrega de medicamentos.


O prefeito Junior da Femac afirma que a prefeitura executou um amplo plano de ação no enfrentamento a epidemia da dengue. “Começamos pelo atendimento prioritário da dengue na UBS Bolívar Pavão, todos os dias das 8 às 22 horas. Na seqüencia, houve a implantação da Central de Atendimento de Combate à Dengue, no Ginásio Lagoão. Também criamos o mutirão da dengue, coletando inservíveis e recipientes que poderiam acumular água, em todas as regiões da cidade. Esse trabalho chegou a 115 bairros e resultou no recolhimento de 4.688 toneladas de materiais que lotaram 843 caminhões”, relatou.


De acordo com o último boletim divulgado pela Sesa (Secretaria do Estado da Saúde) na terça-feira (11), Apucarana tem 18.321 casos no atual período epidemiológico (que teve início em julho de 2023), com 17 óbitos.


Imagem
Rota das Lavandas completa dois anos e atrai visitantes a Londrina e outras cinco cidades do Paraná
Criada em 2022 pelo IDR-PR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná), a Rota das Lavandas é um circuito turístico que inclui propriedades em Araucária, Carambeí, Londrina, Palmeira, Toledo e Umuarama.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade