Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
152 mil turistas desde 2022

Rota das Lavandas completa dois anos e atrai visitantes a Londrina e outras cinco cidades do Paraná

Redação Bonde com AEN
12 jun 2024 às 10:45
- Het Dorp
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Criada em 2022 pelo IDR-PR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná), a Rota das Lavandas é um circuito turístico que inclui propriedades em Araucária, Carambeí, Londrina, Palmeira, Toledo e Umuarama. Desde 2022 as propriedades receberam 152 mil visitantes e produziram uma renda bruta de R$ 7 milhões.


A lavandula é o gênero de plantas da família Lamiaceae que abrange várias espécies e cultivares popularmente conhecidas como lavanda. Em Portugal é denominada alfazema. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Seu óleo essencial, extraído da destilação de folhas, caules e flores, tem ação antisséptica, ansiolítica, relaxante e estimulante da regeneração da pele. É indicado para o uso em produtos cosméticos e fitoterápicos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Superdotado

Menino gênio é recebido pela família em Londrina após ganhar medalha em Nova Iorque

Imagem de destaque
Bebida e um prato por R$22

Londrina recebe o festival gastronômico Brasil Coffee Week

Imagem de destaque
Zona Sul

Londrina: Motociclista foi morto no Alphaville por condenar criminalidade, diz polícia

Imagem de destaque
Campeonato Brasileiro

Londrina EC vai em busca da reabilitação no estádio do Café


Com uma área de lavanda de 1,5 hectare, o Lavandário Het Dorp, em Carambeí, nos Campos Gerais, é administrado pela família Los e está aberto aos turistas de terça-feira a domingo. Na propriedade há, ainda, 2,5 hectares de girassol, a reprodução de um vilarejo holandês, loja com produtos cosméticos à base de lavanda, uma queijaria e um café.

Publicidade


Lucas Henrique Los explica que a propriedade sempre foi dedicada à criação de gado de leite e produção de queijos. O plantio de lavanda começou há três anos, para aumentar o rendimento da chácara. Desde então a família Los vem aprimorando o cultivo. 


A variedade mais plantada é a lavanda francesa ou Lavandula dentata que floresce o ano inteiro. A planta tem um porte arbustivo, apresenta flores azul-arroxeadas e têm um aroma marcante.

Publicidade


No lavandário, os visitantes podem conhecer outras cinco variedades de lavanda (a inglesa, a portuguesa, a egípcia, a espanhola e o híbrido lavandim), cuja floração tem seu ápice entre novembro e março. Para que a chácara tenha sempre lavandas em flor, os proprietários fazem podas frequentes que revigoram as plantas.


A criação da Rota das Lavandas, segundo Loss, está estimulando o turismo na região, sendo visível o aumento do número de visitantes na cidade. “A atividade turística está despertando o interesse das pessoas e levou à criação do Conselho Municipal do Turismo no ano passado”, diz ele. 

Publicidade


Los afirma que a criação do circuito propiciou a troca de experiências entre os produtores. “Fazemos reuniões online para trocar informações a respeito de fornecedores de produtos, experiências e práticas que deram certo no cultivo”. 

Publicidade


Imagem
Governo Federal anula leilão e cancela compra de arroz importado
No último dia 6 de maio o governo federal decidiu anular o leilão realizado pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) e cancelou a compra das 263,3 mil toneladas de arroz que seriam importadas para o país.


PLANTIO


O plantio de soja e milho sempre foi o forte da fazenda da família de Rosilene Welter, em Toledo. Há cinco anos, por influência da filha, ela resolveu diversificar as atividades da propriedade e criou um espaço dedicado ao ecoturismo rural. São cinco mil metros quadrados, meio hectare, ocupados com a lavanda. Durante a florada, o visitante pode fazer passeios pelo cultivo.

Publicidade


“Fizemos um paisagismo bacana para que o pessoal possa passar um dia na fazenda. Fazer piquenique, curtir uma pequena trilha. Na verdade, um dia de mais contato com a natureza. É um turismo de experiência. Os visitantes podem conhecer várias qualidades de frutas e de plantas aromáticas. Temos também uma loja de produtos feitos na fazenda e por nossos parceiros, à base de lavanda”, conta Rosilene.


Para ela, a criação da Rota da Lavanda foi importante para o desenvolvimento do seu empreendimento turístico. 

Publicidade


“Quando me convidaram para fazer parte da Rota, junto veio uma série de trocas de experiências com outras pessoas que estavam participando, o incentivo de o que fazer e como fazer. Muitas dicas de como começar com o turismo rural. Foi muito aprendizado do pessoal do IDR-Paraná que ajudou bastante porque eu não tinha todo esse conhecimento em como começar. Aí a gente deslanchou”, lembra.


Segundo ela, o turismo rural pode até demorar um pouco para dar um lucro representativo, mas a atividade é positiva em outro aspecto. “Na parte de compensação pessoal vale muito a pena. É fantástico receber pessoas. Cada vez é um aprendizado diferente que dinheiro nenhum do mundo paga”, afirma.


“Para quem quer começar nessa atividade, o mais importante é a capacitação. Procurar cursos que estejam ligados ao turismo rural, desde a legislação, recebimento de pessoas, seguros, guias de turismo. Vários órgãos, inclusive o IDR-PR, sabem como identificar e conduzir as pessoas até esse aprendizado. E nunca desistir porque vale a pena”, conclui Rosilene.


SUCESSÃO PREMIADA


O Lavandário Het Dorp, em Carambeí, também ganhou o prêmio Orgulho da Terra, na categoria Sucessão Familiar, em 2022. Leonardo Los, o proprietário, investiu na educação de seus três filhos, mas viu dificuldades em mantê-los trabalhando com a produção de leite, atividade tradicional da família. 


A saída foi aceitar as novidades trazidas pelos jovens e dividir responsabilidades. Desta forma a família Los conseguiu uma transição segura e tranquila, mantendo duas gerações na atividade rural.


Imagem
Quebra de safra obriga Santo Antônio da Platina a cancelar Festa do Milho
A quebra na segunda safra de milho no Paraná, que já chega a 1,5 milhão de toneladas, afeta uma das principais tradições culturais e gastronômicas do Norte Pioneiro. Pela primeira vez, em mais de duas décadas, a Festa do Milho de Santo Antônio da Platina
Imagem
Meteoro corta o céu de Maringá durante o dia em evento raro; assista
Moradores de Maringá e região mais atentos ao céu tiveram uma surpresa no início da tarde desta quinta-feira (13), ao verem um raro registro de meteoro cortando o firmamento.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade