Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Doenças do frio

Inverno favorece aumento de casos de meningite e pneumonia

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
31 jul 2018 às 10:43
- Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade


O inverno chega e com ele vem a temporada de doenças respiratórias. Mas não são apenas alergias, resfriados e gripes que preocupam nessa época do ano. Meningite e pneumonia também estão na lista das doenças que tendem a se propagar com mais facilidade nos dias de frio devido às aglomerações e espaços fechados. Além das medidas básicas de higiene, como lavar as mãos, manter ambientes arejados e evitar compartilhar talheres e copos, a vacinação é fundamental para nos proteger das bactérias que podem causar essas doenças.

"Meningites e pneumonias podem ser causadas por vírus, fungos e bactérias. No caso desse último agente infeccioso, existem vacinas que oferecem proteção contra alguns dos sorotipos mais comuns de meningococos e pneumococos, responsáveis por manifestações graves dessas doenças", diz o médico Jaime Rocha, infectologista da Unimed Curitiba.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Ele destaca que alguns sorotipos de meningococos e pneumococos são extremamente resistentes a antibióticos, o que dificulta a cura do paciente. Esses agentes também evoluem rapidamente, podendo levar o paciente a morte em pouco tempo. Para se ter ideia, em média, 20% dos pacientes com meningite bacteriana vão a óbito.

Leia mais:

Imagem de destaque
Plásticas

Mulheres vítimas de violência serão priorizadas em cirurgias reparadoras feitas no SUS

Imagem de destaque
Saiba mais

Ultraprocessados são associados a doenças cardíacas em estudo

Imagem de destaque
Manutenção de hábitos saudáveis

Dias frios: alimentação deve manter legumes e frutas e dispensar ultraprocessados

Imagem de destaque
Desde 2022

Remédio mais caro do mundo não chegou ao SUS mesmo após incorporação


Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 400 mil pessoas morrem vítimas de meningite a cada ano. A pneumonia, por sua vez, é responsável por 15% das mortes de crianças menores de cinco anos em todo o planeta.

Publicidade


Parte dessas mortes poderia ter sido evitada com uma vacinação adequada. Para a prevenção das doenças pneumocócicas (pneumonias e meningites causadas por pneumococos), uma das opções é a vacina Pneumo 13, que previne contra 13 subtipos de pneumococos.


Para evitar a contaminação por meningococos causadores de meningites, a recomendação atual da Sociedade Brasileira de Pediatria é de que seja administrada a vacina ACWY. Ela garante proteção contra quatro sorotipos de meningococos relacionados à meningite bacteriana.

No caso da Pneumo 13, ela deve ser administrada em crianças e jovens de 2 meses a 17 anos. Adultos com mais de 50 anos e idosos também devem tomar a vacina. A Meningocócica ACWY, por sua vez, pode ser administrada em crianças a partir dos 12 meses de idade, adolescente e adultos. O uso da Pneumo 13 e da Meningocócica ACWY tem sido cada vez mais recomendado pelos médicos, por garantirem proteção contra um espectro mais amplo de bactérias.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade