Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Campanha

Londrina: Junho Vermelho registra aumento de 30% em doação de sangue

Reportagem local
03 jul 2023 às 19:14
- José Fernando Ogura/Arquivo AEN
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Campanha Junho Vermelho, de incentivo a doação de sangue, registrou aumento de 30% nas doações em relação aos cinco primeiros meses do ano. É o maior número de coleta nos últimos anos, com 1424 bolsas de sangue recebidas em doação. A campanha, iniciada no dia 1º de junho e concluída no dia 30, teve como tema “No seu aniversário, doe sangue”. O objetivo é garantir que o estoque do Hemocentro fique abastecido durante todo o ano, e não somente durante os períodos em que há maior volume de doações.


O evento foi desenvolvido pelo Hemocentro Regional de Londrina, do Hospital Universitário (HU) da UEL (Universidade Estadual de Londrina, com o Coletivo Amigos do Hemocentro. O Hemocentro também contou com parceria com a Câmara Municipal de Londrina, encabeçada pelos vereadores Lenir de Assis, Beto Cambará e Profª Sônia Gimenez. O Junho Vermelho é instituído como evento municipal oficial do mês por lei em Londrina desde 2017.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O ANO TODO

Leia mais:

Imagem de destaque
Uma em SC

Ministério da Saúde investiga quatro mortes suspeitas de febre oropouche

Imagem de destaque
Melhor resposta epidemiológica

De janeiro a junho, Lacen processa 13.298 amostras de vírus respiratórios

Imagem de destaque
Atenção

Opas faz alerta sobre possível transmissão do vírus oropouche da mãe para o bebê

Imagem de destaque
Síndromes, câncer...

Saiba quais são as doenças que provocam as piores dores, segundo especialistas


Segundo o coordenador do Hemocentro, hematologista Fausto Trigo, o mês de junho foi “bastante profícuo” para o setor. “Realmente, tivemos um aumento muito significativo (de 30%), mas, devo dizer que, mais do que isso, foi o maior aumento de doação de sangue que tivemos nos últimos 8, 9 anos”, revelou. Isso se deveu, para o coordenador, pela adesão à campanha, que foi intensa por parte da sociedade civil.

Publicidade


O grande desafio, porém, é manter os números elevados no resto do ano – afinal, a campanha terminou, mas o mote da “doação de sangue no dia do aniversário de cada doador continua “A campanha acaba em junho, mas a necessidade da doação de sangue continua o ano todo. É um desafio para o HU, para a cidade de Londrina, manter esses estoques bem abastecidos como estão agora”, observou, reforçando a necessidade de que doadores visitem o Hemocentro para doar, seja no dia do aniversário ou até mesmo no mês.


Muitas instituições se organizaram em grupos para doar. Houve movimentações dos servidores da Prefeitura Municipal de Londrina; igrejas; grupos esportivos, como o Londrina Esporte Clube, Academia Madureira e Futebol Americano Bristlebascks; motoclube Insanos (divisão de Londrina); empresas de grande porte; e instituições de ensino, como a UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) e o Instituto de Ensino Superior de Londrina (Faculdade Inesul) e de saúde, como a cooperativa Unimed. As empresas e grupos solidários receberam o diploma “Amigo do Hemocentro” no evento de lançamento da campanha, no dia 1º de junho, na Câmara de Londrina.


Durante o mês, diversas atividades conscientizaram sobre a importância da doação de sangue, com distribuição de materiais gráficos, entrevistas e outras atividades. A equipe do Hemocentro reforçou que cada pessoa pode doar mais de uma vez por ano: homens a cada 4 meses e mulheres a cada 3 meses. (Com informações da Agência UEL e Assessoria de Comunicação do HU)


LEIA TAMBÉM:

Imagem
Governo anuncia R$ 200 milhões para saúde mental em 2023
A ministra da Saúde, Nísia Trindade, assinou nesta segunda-feira (3) duas portarias que instituem a recomposição fi
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade