Pesquisar

Canais

Serviços

- Geraldo Bubniak/AEN
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Imunização

Londrina amplia vacinação contra Covid para pessoas de 36 anos e abre cadastro para 25 a 29 anos

Redação Bonde
29 jul 2021 às 18:12
Continua depois da publicidade

Com estimativa de receber cerca de seis mil doses de vacinas contra Covid-19, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está ampliando a vacinação para a população com 36 anos. A partir das 19h desta quinta-feira (29), o agendamento estará disponível para 6.435 pessoas nessa faixa etária que fizeram o cadastro prévio e foram validados.

Continua depois da publicidade


E para todos os londrinenses com 25 anos de idade ou mais, às 8h de sexta-feira (30) será liberado o cadastramento. O cadastro prévio é feito no Portal da Prefeitura, e no formulário são exigidos os dados pessoais (CPF, filiação, endereço completo de residência) para conferência. Quem não tiver fácil acesso à internet, pode obter auxílio nas unidades escolares da rede municipal.

Continua depois da publicidade


Assim como o cadastro, o agendamento para vacinação contra Covid-19 é feito no site exclusivo da Prefeitura de Londrina. De hoje, quinta (29), até terça-feira (3), haverá 12 mil vagas nas cinco salas exclusivas de vacinação, para aplicação de primeira e segunda doses, ambas mediante agendamento prévio.


O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, detalhou que a ampliação da faixa etária a ser vacinada acompanha a chegada de 6.782 doses de imunizantes para primeira dose, que chegarão em Londrina na sexta-feira (30). "Além da aplicação de primeira dose, nosso município realiza diariamente a vacinação com segunda dose. É importante que todos confiram o intervalo, indicado na carteira de vacinação, para fazer o agendamento na data correta e garantir sua imunização”, disse.

Continua depois da publicidade


Felippe Machado afirmou em coletiva, no fim da tarde desta quinta-feira (29), que Londrina recebeu um número bem maior de vacinas para segunda dose em relação às primeiras. "O Paraná recebeu nessa última leva 600 mil vacinas e apenas 130 mil doses que vieram para primeira dose. Por isso, esse número de seis mil para cidade de Londrina. Vamos continuar a vacinação de segundas doses."


"Junto com a validação do cadastro para pessoas acima de 36 anos estamos abrindo agenda para os próximos dias com 12 mil vagas para que possamos acomodar essas 6 mil novas pessoas que vão conseguir acessar o site da prefeitura e conseguir dar conta de todas as segundas doses do protocolo que está sendo necessário neste momento", informou.


Novo lote


"O Governo do Estado deve receber nos próximos dias, acreditamos que ainda até o final de semana, mais 240 mil doses exclusivamente para primeira dose. Então, a nossa expectativa é que no máximo segunda ou terça-feira já tenhamos acesso a um lote novo de vacina, que vai nos possibilitar ampliar novamente a faixa etária de vacinação", adiantou.


Machado explicou que para definir a faixa etária, a Saúde depende do número de doses que será destinado a Londrina. "É importante destacar que Londrina tem utilizado em sua totalidade todas as doses que temos recebido. Nesse momento, 98% das doses destinadas às primeiras doses, os 2% correspondem aos agendamentos que serão aplicados nos próximos dias."


Locais de vacinação


A vacinação Covid-19 é feita no Centro de Imunização da Zona Norte e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Alvorada, Jardim do Sol, Ouro Branco e Eldorado. As unidades estarão abertas neste sábado (31), das 8h às 19h, e reabrem na segunda-feira (2), no mesmo horário.


O que é preciso levar


Para ser vacinado contra Covid-19, é preciso comparecer no dia e horário agendado, tendo em mãos um documento oficial com foto, o comprovante do agendamento contendo o QR Code (impresso ou salvo no celular), mais um comprovante de residência recente.


Além da população com 36 anos ou mais, a Prefeitura de Londrina também está vacinando os integrantes de grupos prioritários, com idade igual ou superior a 18 anos: profissionais e trabalhadores de saúde; forças de segurança e salvamento; pessoas com comorbidades; professores e trabalhadores da Educação e Assistência Social; trabalhadores transporte aéreo; população em geral; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo de passageiros urbano e longo curso; e a população em situação de rua.

Pessoas que tiveram diagnóstico de Covid-19 devem aguardar 30 dias para receber a vacina. E é exigido um intervalo de 14 dias entre aplicação de outras vacinas e de Covid-19. As pessoas com doenças reumáticas, imunossupressoras e oncológicas devem ter autorização médica, por escrito, para serem vacinados. (Com informações do N.Com)


Continue lendo