Pesquisar

Canais

Serviços

Gustavo Carneiro/Grupo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Coronavírus

Londrina: Pessoas com mais de 18 anos com comorbidades podem se vacinar contra Covid-19

Redação Bonde com N.Com
02 jun 2021 às 10:40
Continua depois da publicidade

As pessoas com mais de 18 anos e que tenham comorbidades já pode agendar a vacinação contra a Covid-19 no site da prefeitura de Londrina, desde que seu cadastro prévio tenha sido aprovado. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (2).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Segundo o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, 3.718 pessoas estão com seus cadastros validados e possuem autorização para fazer o agendamento da vacinação. Além deste grupo, indiferente da idade, também podem agendar a vacinação, as gestantes e puérperas, com comorbidades, e pessoas com síndrome de Down.

Continua depois da publicidade


A imunização contra o novo coronavírus deve ser agendada no portal da prefeitura. Aqueles que não possuem acesso à internet ou estão com dificuldades para fazer o agendamento, podem se dirigir a qualquer unidade escolar municipal para obter auxílio.


O grupo de pessoas com comorbidades está sendo atendido exclusivamente no Centro Imunização da Zona Norte, instalado no prédio do CCI Norte (rua Luiz Brugin, 570), com atendimento de segunda a sábado, das 7h30 às 19h. No dia da vacinação é preciso apresentar documento de identificação com foto, como RG e CNH, e o comprovante de inscrição, que contém QR Code, emitido no portal da prefeitura.

Continua depois da publicidade

As comorbidades contempladas no Plano Nacional de Imunização foram definidas pelo Ministério da Saúde. Dentro deste público-alvo, estão aptos a receber a primeira dose, pacientes com diabetes; hipertensão arterial; doença cerebrovascular; portadores de prótese valvares; obesidade mórbida; imunossuprimidos; doença pulmonar grave; cirrose hepática, entre outras. Confira a íntegra das condições pré-existentes contempladas neste grupo prioritário.


Continue lendo