Pesquisar

Canais

Serviços

- Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Agendamento por telefone

Londrina tem oferta de vacina contra a gripe para quem não se vacinou em 2021

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
06 jan 2022 às 11:51
Continua depois da publicidade

A Prefeitura de Londrina, por meio da SMS (Secretaria Municipal de Saúde), continua disponibilizando doses de vacina contra a gripe para as pessoas que não se vacinaram no ano de 2021. Pode se vacinar pelo SUS (Sistema Único de Saúde) a população acima de 6 meses de idade.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


As doses são aplicadas nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e, para ser imunizado, é preciso agendar a data e o horário da aplicação, por telefone, diretamente na UBS. No dia, é necessário apresentar documento de identificação com foto e a carteira de vacinação, caso tenha. As crianças devem estar acompanhadas de seus pais ou responsáveis.

Continua depois da publicidade


O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, destacou que é muito importante que os cidadãos que não se imunizaram no ano passado agendem a vacinação, principalmente devido ao aumento dos casos de síndromes respiratórias registrados nos últimos dias. “O objetivo da vacinação é reduzir a circulação do vírus e, consequentemente, o número de hospitalizações e até mesmo de morte, pois a influenza, nos casos mais graves, também pode levar ao óbito”, disse.


Até dezembro de 2021, último levantamento do Município, a cidade vacinou cerca de 70% do público-alvo, o que representa 222.375 doses aplicadas. Os dados apontam que a maior parte das doses (88.689) foi aplicada na população em geral; seguida pelo grupo de idosos (66.791); crianças (29.294); trabalhadores da saúde (17.092); pessoas com comorbidades (8.933); professores (4.369); gestantes (3.673); população privada de liberdade (2.532); puérperas (372); profissionais das forças de segurança (335); trabalhadores do transporte (143); caminhoneiros (98); funcionários do sistema prisional (32); pessoas com deficiência (17); indígenas (4) e profissional das forças armadas (1).


Recomendações – Uma nova recomendação do Ministério da Saúde, divulgada em setembro de 2021, autoriza que as vacinas da Covid-19 e as demais vacinas em uso no país, como a da gripe, podem ser aplicadas no mesmo dia. Antes, a orientação do Ministério da Saúde era que houvesse um intervalo mínimo de 14 dias entre as imunizações.

Continua depois da publicidade


A vacina da gripe é contraindicada para pessoas com alergia severa ao ovo ou ao látex. Além disso, aqueles que positivaram para a Covid-19 devem esperar quatro semanas, do início dos sintomas ou da confirmação do diagnóstico, para serem vacinados contra a gripe.


A vacina ofertada pelo SUS é a trivalente, que protege contra as três cepas do vírus que tiveram maior circulação recentemente e são da linhagem A H1N1 e H3N2 e B/Victoria. A aplicação é em dose única, exceto para as crianças que receberem a vacina pela primeira vez. Neste caso, os pais ou responsáveis também precisam agendar a segunda dose.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade