Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Contra o coronavírus

Londrina tem redução de faixa etária mais lenta na vacinação

Pedro Marconi - Grupo Folha
23 jul 2021 às 11:31
Continua depois da publicidade


O Paraná já vacinou 46% de toda a população com, pelo menos, uma dose do imunizante contra a Covid-19, levando em conta a última estimativa populacional do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 2020. Só que nos municípios a campanha anda descompassada, com localidades mais adiantadas do que outras na aplicação de doses no público em geral. Segundo maior município do Estado, Londrina está atrás na faixa etária se levar em conta outros grandes centros no Estado.

Continua depois da publicidade

Nesta semana, a cidade abriu o agendamento para vacinação dos moradores a partir de 37 anos. Maringá (Noroeste), por exemplo, está imunizando as pessoas de 34 anos; Ponta Grossa (Campos Gerais) e São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba) as de 36 anos; e Cascavel (Oeste) quem tem 32. Na capital, a situação é pouco inferior, com a vacinação dos curitibanos de 38 anos.

Continua depois da publicidade


Londrina também está na retaguarda de outros municípios da região metropolitana, como Cambé (36 anos), Ibiporã (36), Rolândia (35) e Arapongas (33). No final do mês passado, o Governo do Estado anunciou uma mudança na estratégia de distribuição dos frascos, justamente para equilibrar a imunização das faixas etárias entre as cidades. Segundo o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, a pasta já tem notado mais doses nas remessas que têm chegado, no entanto, a expectativa é que o nivelamento mais significativo aconteça somente no fim de agosto.

Leia mais em: https://www.folhadelondrina.com.br/cidades/idade-dos-vacinados-em-londrina-e-maior-que-de-outras-grandes-cidades-3092680e.html

Continua depois da publicidade


Continue lendo