Pesquisar

Canais

Serviços

Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Coronavírus

Mais de 780 mil testes rápidos de Covid-19 serão enviados ao Paraná

Redação Bonde com AEN
13 jan 2022 às 18:45
Continua depois da publicidade

O Paraná receberá mais 786.511 testes rápidos de antígenos nos próximos dias, conforme a 7ª pauta de distribuição, divulgada pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (13), por meio do Plano Nacional de Expansão da Testagem para Covid-19 (PNE-Teste). A remessa ainda não tem data confirmada para envio.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Os testes são feitos em pessoas sintomáticas com suspeita de Covid-19, contatos de casos suspeitos ou confirmados e que tenham maior risco de contaminação. Logo que chegarem ao Estado, os testes serão encaminhados para a Comp (Coordenação de Material de Patrimônio) onde serão conferidos e, na sequência, distribuídos para as Regionais de Saúde.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, os testes são fundamentais para conter a transmissão do vírus. "A testagem do Paraná foi exemplo, pois testamos muito, um dos estados que mais fizeram exames RT-PCR e testes rápidos. A orientação do Governo do Estado sempre foi testar o maior número de paranaenses”, afirma.


A quantidade de testes foi definida em uma reunião realizada na segunda-feira (10) entre o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais (Conasems) e governo federal, em que foi considerado o critério populacional de cada estado.


Por meio da coleta de amostra da secreção respiratória (nasofaringe), o teste rápido detecta o antígeno do vírus Sars-CoV-2, responsável pela infecção da Covid-19, e apresenta o resultado em aproximadamente 15 minutos.

Continua depois da publicidade


Na última quinta-feira (6), a Secretaria enviou 464.080 testes para as 22 Regionais. Desde outubro de 2021, mais de um milhão de unidades já foram descentralizadas.

Continue lendo